Pular para o conteúdo principal

COMO FOI O JOGO DAS ESTRELAS


Quem foi ao Maracanãzinho assistiu a um belo espetáculo.

Segundo informações, estavam presentes no Maracanãzinho cerca de 5.200 pessoas, que vibraram muito com a criatividade e as "cravadas" no torneio de enterradas que teve como campeão Júlio Toledo, do Araraquara(de azul) e vibraram também com a precisão nos arremessos de três pontos, onde o vencedor foi o jogador Fischer(de branco), do Bauru.

Cada um deles levou para casa um cheque no valor de três mil reais além do troféu de suas respectivas competições.


fonte: imagem de globo.com

O basquete brasileiro estava precisando de um evento como esse para aproximar mais o público do esporte, além de servir como incentivo para os jogadores.
No Jogo das Estrelas a torcida viu exatamente o que queria. Um jogo com pouca defesa, muitos ataques, roubadas de bola, lindas trocas de passe, "cravadas" e belos arremessos de três pontos.

O time vencedor foi a equipe escura, de Shamell, Marquinhos, Duda, Valtinho, Olivinha & CIA, que venceu a partida por 126 x 117.

O cestinha do jogo foi o americano Shamell que anotou 26 pontos e efetuou 5 assistências.

O jogador Rubro-Negro Marcelinho, que atuou na "equipe branca" se destacou com a sua precisão característica nos arremessos de três pontos e belíssimos passes, anotando 25 pontos, 3 rebotes e 6 assistências na partida.


fonte: Eduardo Pontes

Valtinho, Estevam, Arthur e Alex também tiveram belos lances e levantaram o público.
fonte: Eduardo Pontes

O jogador Alexandre Olivinha, também se destacou "anotando" 12 pontos, 7 rebotes e 3 assistências e tinha presente no estádio uma "torcida particular" composta por aproximadamente 25 familiares, muitos deles que vieram de Campos para vê-lo em quadra e não se decepcionaram.

Destaque "Bizarro":

Outro destaque da partida foi uma grande e sonora "chuva" de vaias no momento em que foi chamado em quadra o Presidente da CBB (Confederação Brasileira de Basketball) , Gerasime Grego.
E fica a pergunta: Por que será???

Minha Opinião :

Espero que eventos como o de hoje sejam feitos mais vezes pois assim se dá maior visibilidade ao esporte atraindo um maior número de participantes, atraindo a mídia e consequentemente mais patrocinadores para que voltemos a ter um basquete forte e com um maior número de equipes.
No decorrer dos anos, vários times tiveram que "fechar as portas" por conta da falta de patrocinadores, que cansaram de investir em meio a tanta falta de organização por parte da Confederação Brasileira de Basketball.
Com a Nova Liga tudo isso tende a mudar e isso é o que todo profissional e amante do basquete espera.
Agora nos resta aguardar!

Comentários