Pular para o conteúdo principal

Marta se torna maior atleta da história do futebol, mas título não significa nada no Brasil

INCLUSÃO SOCIAL ATRAVÉS DO ESPORTE

O Botafogo de Futebol e Regatas, acertou uma parceria com o CONADE - Conselho Nacional dos Direitos da pessoa com Deficiência visando desenvolver projeto de inclusão de crianças e adolescentes com deficiência através do esporte.

Segundo nota publicada pela acessoria de imprensa do clube no site oficial, "o acordo visa a universalização da acessibilidade não apenas nas reformas e futuras instalações, mas principalmente na abertura de vagas a inclusão de pessoas com deficiência às aulas das escolinhas de diversas modalidades. Acordou-se parceria em busca de incentivos para o desenvolvimento de equipes para-olímpicas e outras atividades para potencializar o uso da estrutura do Engenhão". (palavras do site)

É muito interessante e importante a iniciativa do Botafogo em "abrir as portas" para pessoas com deficiência.

Como todos sabem, o esporte é uma, se não a maior, forma de inclusão social pois faz com que a pessoa com deficiência interaja com pessoas "ditas normais".

O termo inclusão vem da palavra integração e não diz respeito apenas a colocar determinada pessoa em um grupo e sim tornar essa pessoa parte integrante e importante de tudo aquilo que ocorre na sociedade.

"Inclusão é uma consciência de comunidade, uma aceitação das diferenças e uma co responsabilização para obviar às necessidades de outros." (Stainback e Stainback, 1990).

A sociedade acaba isolando a pessoa com deficiência do meio onde vive por não considerá-la apta a executar funções e atividades do dia-a-dia, afinal no contexto social a deficiência é cercada de uma constelação de crenças e mitos como: deficiência ser algo contagioso, considerar as pessoas com deficiência como pessoas frágeis, incapazes, etc.

Através do esporte mostramos tanto ao portador de deficiência quanto para "pessoas normais", que de normais não tem nada pois carregam consigo uma das maiores deficiências do ser humano chamada PRECONCEITO, que as pessoas com necessidades especiais podem e devem levar uma vida normal, pois possuem uma enorme força de vontade e conseguem realizar proezas que uma pessoa em perfeitas condições físicas não é capaz de executar.

Ao Botafogo, meus parabéns!!!

Quer saber mais sobre esse assunto? Acesse www.botafogonocoracao.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O futebol feminino parou, mais uma vez, o país do futebol masculino

Sexta-feira, dia 12 de agosto de 2016. 
Às 22 horas, a Seleção Brasileira de Futebol Feminino entraria em campo já sabendo que as seleções de França e EUA foram eliminadas por equipes consideradas azarões.
O Brasil, começou a tarde desta sexta sabendo que, caso passasse da seleção da Austrália, encararia o vencedor de EUA x Suécia. Logo, saber que a seleção americana havia sido eliminada e não teria a chance de ser nosso algoz nas semifinais já era um peso a menos nas costas de nossas atletas.
Iniciado às 22 horas, o jogo contra a Austrália foi uma mistura de tensão e responsabilidade, fatores que aparentemente pesaram muito e que geraram um nervosismo a cada minuto que se passava e a bola não entrava para que o placar ficasse à nosso favor.
No tempo normal, nada de gols. Então que venha a prorrogação!
Ela veio, com mais nervosismo e tensão ainda. Vale destacar que precisamos clonar a Formiga, pois essa jogadora é fora de série e ninguém joga como ela.
O jogo foi rolando, brasileiros…

Tabu ALTURA - Preconceito com goleiros e goleiras ou falta de visão?

Um tema tem sido frequentemente abordado no futebol, tanto no masculino quanto no feminino: Estatura dos goleiros.
Tem sido uma prática comum clubes dispensarem ou não darem a devida atenção a goleiros e goleiras considerados "baixos" para a posição sem que ao menos sejam analisadas algumas características que muitos destes possuem, mas que precisam ser trabalhadas. Um goleiro de 16 anos e 1,79m é considerado pequeno, assim como uma goleira que tem 18 anos e 1,70m por exemplo! E isso acontece com atletas de menor idade, como exigências de clubes de que goleiros devem ter 1,80m ou 1,90m com 13 anos!

E qual seria o problema: 
Preguiça associada a busca de um jogador ou jogadora prontos para o clube ganhar dinheiro "sem ter trabalho"? 
Ou a intromissão de cartolas que mal entendem sobre futebol e estão preocupados apenas com seus bolsos e seguem assim padrões de escolas internacionais, e por pouca inteligência neste quesito, perdem profissionais (goleiros e goleiras) q…

Pra chegar onde ninguém chegou é preciso fazer coisas que ninguém fez!

Pra chegar onde ninguém chegou é preciso fazer coisas que ninguém fez!

É preciso acreditar em você em seu sonho! É necessário ter foco!
O que diferencia o vencedor do perdedor é que o vencedor decidiu seguir em frente mesmo quando a vida lhe bateu com força e pareceu até lhe faltar chão. O vencedor caiu e levantou quantas vezes foi necessário e acreditou no seu potencial mesmo quando ninguém acreditava em seus objetivos.
É preciso saber onde se quer chegar e o que é preciso fazer para chegar até lá. 
O caminho não é fácil! A trajetória é cheia de obstáculos, mas é preciso seguir em frente, fazer ajustes no seu planejamento de como chegar até lá, mas nunca mudar seu foco. 
Eu sei o que quero, sei onde quero chegar e sei o que preciso fazer pra alcançar meus sonhos. 
As vezes é preciso estar acordado enquanto os demais dormem, é estar em casa estudando, indo a eventos e se atualizando enquanto muitos estão em festas e curtindo o fim de semana. É preciso abrir mão de muitas coisas para i…