Pular para o conteúdo principal

ADMINISTRAÇÃO NO ESPORTE

O problema dos Clubes é técnico, financeiro, ou isso tudo é o reflexo de uma má administração?

Há muito tempo vemos no cenário nacional clubes enfrentando uma série de problemas.
Atletas reclamando de salários atrasados, jogadores deixando clubes, clubes com enormes dívidas trabalhistas e sempre nos indagamos ou ouvimos em rodas de amigos perguntas como: "E o dinheiro do patrocínio?", "Como pode o clube estar sempre atuando com estádios lotados, com uma boa arrecadação e estar sempre "no vermelho"? "

Quando ouvimos ou lemos isso, associamos direta e intuitivamente este assunto à palavra ADMINISTRAÇÃO.

Administração vem do verbo administrar que significa exercer a administração, dirigir, ministrar, aplicar. Administração, consequentemente tem como siginificado principal gerência de negócios próprios, alheios ou políticos.

Claramente, os problemas relacionados no início deste texto estão diretamente ligados ao problema de má administração.

Os clubes deveriam ter dirigentes que são de fato administradores e saibam como e quando aplicar o dinheiro que o clube arrecada de direitos de imagem, venda de jogadores, patrocínio e afins.

Os clubes são como empresas. Se você não tem um bom empreendedor, bom gerente e administrador, por mais que o dinheiro que entra em caixa seja uma quantia alta, se não tiver sabedoria na hora de empregar este dinheiro a empersa fechará as portas e/ou ficará com a imagem prejudicada.

Por fim os problemas financeiros e administrativos começam a tomar conta dos gramados, quadras, piscinas e demais áreas/equipes/modalidades do clube.

Precisamos de pessoas sérias e integras que realmente amem o clube, dispostas e focadas em trazer patrocínio, pagar salários em dia, trazer a folha dos clubes para suas realidades financeiras, investir nas divisões de base e explorar ao máximo as dependências do Clube e não simplesmente pessoas que visem seu próprio benefício.

Pode parecer favoritismo ou a declaração de um botafoguense o que irei escrever nesta conclusão, mas é apenas uma visão crítica e imparcial sobre o que de ve ser feito nos clubes para que possamos ter um esporte forte, seja qual for a modalidade e seguir exemplo de clubes como o São Paulo Futebol Clube, que possue uma das melhores estruturas do país e consegue manter uma equipe forte, com folha salarial alta e mesmo assim pagar sempre em dia. Então lá vai:

Que os clubes tenham a mesma visão que clubes como o São Paulo e agora o Botafogo de Futebol e Regatas.
O Botafogo é um clube que está investindo em estrutura, patrocínio, esportes olímpicos e nas divisões de base. Um clube onde a nova administração está pensando e buscando o que é melhor para o clube, vivendo dentro da sua realidade e planejando cada ação para que em um futuro breve possa ser um centro de excelência e referência para o esporte brasileiro.

Comentários

  1. Concordo com você Eduardo. Realmente a má administração afeta os clubes brasileiros. Porém, isso acontece devido ao que conhecemos muito bem, que se chama "Olho gordo". Hoje em dia existem pessoas que não amam o próprio filho, ou a mãe. Que dirá por clubes. Gostei da matéria, muito boa.

    ResponderExcluir
  2. Du, meu amigo!
    Parabéns pelo blog e pelas matérias. Estive dando uma olhada e achei tudo muito bom e organizado.
    Perdão por minha ausência por aqui, é que tenho tido pouco tempo de internet mesmo. Mas sempre que puder passarei por aqui.

    Concordo com o problema na administração. Falta um pouco mais de consciência do uso do dinheiro do clube mesmo. Não é possível que as coisas sejam sempre tão difíceis para alguns, isso é falta de organização mesmo.

    Mas uma vez parabéns, querido!
    Te adoro!

    Beijos saudosos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, opinião, dúvida ou sugestão! Um abraço, Edu Pontes!