Translate

quinta-feira, 24 de junho de 2010

JAPÃO - O DIA EM QUE O PAÍS DA TECNOLOGIA VIU SUA SELEÇÃO DAR UMA AULA DE FUTEBOL

A equipe do Japão entrou em campo hoje para disputar a classificação às oitavas de final da Copa da África e o que se viu  foi não só o domínio japonês da partida, mas também uma aula de futebol.

"O Japão", que já vinha se destacando pela enorme disciplina tática e pela velocidade de seus jogadores, mostrou mais uma vez que é uma das melhores seleções da copa até o momento.

Dominou o jogo desde o começo da partida, sufocando a Dinamarca com um futebol envolvente. Belas e rápidas trocas de passes, passes estes sendo feitos com apenas um toque, velocidade para chegar nas bolas lançadas ao ataque pela zaga e para completar, excelente disciplina na marcação e posicionamento de seus jogadores.

Além das valências citadas, a seleção do Japão mostrou que aprendeu bastante com os ensinamentos de Zico e abriu a vantagem de 2 x 0 no placar com dois gols de falta (gols de Honda e Endo, respectivamente)e saiu assim vencendo o primeiro tempo. E poderia ter sido por uma diferença maior.

A equipe japonesa voltou para o segundo tempo da mesma forma que jogou o segundo: defendendo bem e atacando também muito bem.


À seleção da Dinamarca, restou ser a "coadjuvante" da partida. Fizeram um gol de pênalti de Thomasson, mas logo tomaram o terceiro com Okazaki após bela jogada de Honda.

Os disciplinados samurais ainda pressionaram a Dinamarca em alguns lances, prenderam a bola no ataque e foram assim vendo o "tempo correr".


E assim acabou a partida: Japão 3 x 1 Dinamarca

O dia em que o país da tecnologia viu sua seleção dar uma aula de futebol.

terça-feira, 15 de junho de 2010

E O BRASIL FINALMENTE ENTROU EM CAMPO NA COPA DA ÁFRICA

O Brasil finalmente entrou em campo pela Copa da África e o adversário foi a Coréia do Norte.

Muitos brasileiros pareciam mais torcer contra do que a favor da nossa Seleção. Comentários daqui, reclamações de lá e o primeiro tempo foi um jogo sem emoções, administrado com os toques de bola para a direita, toques de bola para a esquerda e nada.

Algumas "arrancadas" de Kaká, jogador este que ainda precisa mostrar mais futebol, porém é totalmente aceitável devido ao fato de voltar de lesão. Outros destaques foram a vontade de Robinho e Maicon.

No segundo tempo o "time de Dunga" voltou mais ofensivo. Chutou e demonstrou que queria o gol e marcou aos 8minutos do segundo tempo com um chute inteligente de Maicon em bola praticamente perdida na linha de fundo da grande área coreana. Um cruzamento da forma que a bola se encontrava resultaria em uma chance desperdiçada, pois dificilmente o cruzamento seria aproveitado, logo o chute foi uma opção inteligente e que surpreendeu o goleiro coreano.

O jogo continuou agitado com muitos chutes de Michel Bastos, alguns cruzamentos de Maicon, boa movimentação de Robinho. Luís Fabiano decepcionou se mostrando muito tenso e cometendo faltas bobas e não aproveitando as oportunidades. A única concreta em passe de Robinho resultou em chute para fora.

Elano marcou o segundo em passe magistral de Robinho e logo na sequência foi substituído por Nilmar. 

Nilmar jogou poucos minutos, porém mostrou muito mais "serviço" do que boa parte do time brasileiro.

Ainda no fim do segundo tempo a coréia fez um gol em bobeira da zaga brasileira e assim acabou o jogo: 

Brasil 2 x 1 Coréia do Norte

A Seleção Brasileira demonstrou que pode melhorar e apesar de não ter jogado tão bem, pode ser considerada uma das melhores seleções a se apresentarem na copa até o momento.
Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha e Japão apresentam o mesmo nível de futebol e podem ser considerados "as melhores" até o momento, sendo o Japão a equipe mais frágil porém com melhor disciplina tática. Inglaterra e Estados Unidos são as seleções que se enfrentaram e tiverama até agora o melhor jogo.

Agora é esperar pois futebol é uma caixinha de surpresas, mas afirmo que a Seleção Brasileira tem totais condições de disputa nesta copa que já começa a ser marcada não por um bom futebol, mas pela força física e tática e isso é o que fará realmente a diferença.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

COPA 2010: DESTAQUES DOS JOGOS DESTA SEGUNDA-FEIRA

Destaques dos jogos desta segunda-feira:



Foi bem: Sneijder, eleito o melhor jogador da Holanda em campo e a boa troca de passes que a Holanda apresentou penetrando facilmente pela defesa da Dinamarca

Foi mal: O gol contra do lateral esquerdo Simon Poulsen e a fragilidade da defesa dinamarquesa.



Foi bem: A disciplina tática da seleção japonesa. Marcou no campo adversário e dificultou a troca de passes do time camaronês.

Foi mal: Samuel Eto'o foi a grande decepção do lado camaronês. Eto'o entrou em campo... seu bom futebol NÃO!




Foi bem: A reação italiana e a melhora no jogo, sufocando o Paraguai no segundo tempo.


Foi mal: A queda no ritmo do Paraguai que poderia ter saído de campo com a vitória.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Soprem as Vuvuzelas!!! Rola a bola na Copa da África!!!





Soprem as Vuvuzelas!!! Rola a bola na Copa da África!!!

Analisando o Grupo A.
E pra quem esperava uma rodada de muitos gols e de vitórias das seleções de maior expressão, a Copa começou com os dois jogos do dia empatados. No primeiro, África do Sul x México, no segundo Uruguai x França.

A primeira partida era a mais esperada por todos. A anfitriã "Bafana Bafana" seria capaz de fazer uma boa Copa? Esta era "a prova real"!

O segundo jogo do dia entre Uruguai e França apontava a equipe francesa como favorita. Será que daria "zebra" (Uruguai)?

Analisando esta primeira rodada o que se viu foi a África do Sul como feliz "surpresa"! Uma equipe rápida, ainda nervosa por representar o país dentro de seu território, com muita qualidade no toque de bola e que superando este nervosismo inicial irá surpreender.

Envolveu o México muitas vezes, teve um pênalti a seu favor não marcado, um gol perdido de frente para a meta mexicana e ainda uma bola na trave. Demonstrou assim que tem capacidade de se classificar para a próxima fase e foi superior à seleção Mexicana apesar do placar de 1 x 1.

O México se mostrou frágil na marcação e isso associado a insegurança passada pelo goleiro Valdir Perez preocupa.

Entre França e Uruguai, a seleção uruguaia sai na frente com boa velocidade e demonstrando maior ofensividade. A França respondeu bem, mas se mostra sem muita criatividade.

Uruguai 0 x 0 França.



O QUE ESPERAR DA COPA DE 2010?

A Copa de 2010 mostra que será uma competição de muita igualdade. Não existe mais "seleção boba"!

Se destacará a equipe que tiver maior disciplina tática e o conjunto mais entrosado. 

A união e motivação fazem a força sim e as vitórias vão apenas solidificando o trabalho e o conjunto, e isso tudo trabalhado juntamente com a humildade e a consciência de que cada jogo é uma final, que só se pensa na próxima partida após ter vencido a anterior é o que decidirá a copa.

A copa não será de quem jogar futebol afinal, todas as seleções jogam o esporte futebol. A copa será de quem souber, acima de tudo, jogar também com a cabeça.

Segue abaixo a tabela com os Grupos da Copa 2010:



sexta-feira, 4 de junho de 2010

A BOLA DA DISCÓRDIA - Olá Seleções! PRAZER, JABULANI!!!

 Olá seleções! PRAZER, JABULANI!!!

Em dezembro de 2009 a Adidas apresentou ao mundo a bola oficial da Copa da África 2010: A JABULANI. O que ninguém imaginava é que a "tal" bola fosse gerar uma repercussão tão grande.

Às vésperas da Copa do Mundo, muitos jogadores de diversas seleções, inclusive da Seleção Brasileira, fizeram duras críticas à bola que é considerada a mais avançada tecnologicamente, tendo passado por meses e meses de testes até seu resultado final.

Vamos ao que interessa! 

Após as inúmeras reclamações, curiosamente, muitas seleções realizaram amistosos com esta bola e adivinhem? Visualmente nenhuma seleção demonstrou sentir tal diferença. A única coisa perceptível é que esta bola realmente alcança maior velocidade quando é chutada, logo torna a vida dos goleiros mais difícil do que já é.

É algo cômico, pra não dizer ridículo, ver os jogadores reclamarem das condições da bola. 

Marketing de emboscada praticado pela Nike através de "seus" atletas e das seleções que a marca patrocina para prejudicar a imagem da Adidas? 

 
Sinceramente, não sei. O que sei é que os atletas cresceram jogando com bolas pífias, campos péssimos, de botina, de quichute. Na maioria das vezes jogavam descalços, e mesmo assim jogavam.

fonte da imagem: julianonogueira.files.wordpress.com

Estes jogadores deveriam pensar bem antes de criticar a bola. Cabe a eles se adaptar ao novo modelo e pensar que seria mais interessante eles se reunirem para debater e criar projetos contra a fome, à favor da inclusão e educação através do esporte. Por que não uma parceria entre atletas e patrocinadores em prol de uma melhora, mesmo que pequena no país sede da competição máxima do futebol mundial?


Enquanto muitos não têm o que comer, não tem um lar, trabalho e vivem em condições precárias, outros, que muito têm, criticam o fato de não gostar de uma bola de futebol.

 Soweto - África do Sul

Uma crítica às pessoas que hoje, no país da Copa, poderiam tentar fazer mais e melhor pelo mundo. Por: Eduardo Pontes