Pular para o conteúdo principal

E o juiz apita o fim do jogo: Este blog chegou ao fim.

Aos amantes do esporte: HISTORIA DA VIDA DE CONHECIDO DE TODOS NÓS, QUEM?????

Recebi hoje a noite um e-mail do amigo Miguel Ângelo da Luz que merece ser lido e com a autorização do mesmo, o publico aqui em meu blog.


Após ler, deixem seus comentários!




Prezados Amigos,

Certa vez  avistei na penumbra de um ginásio vazio,  uma figura sozinha, calada, com de amargurado e um semblante de profunda tristeza.

Aquela cena me chamou a atenção,  me aproximei da figura, que até então não conhecia, mas  parecia estar acometido de alguma doença,   perguntei:   o que levava estar assim, o que estava acontecendo e o que eu poderia ajudar?.

Mal levantou os olhos e passou a contar  historias e os motivos que levaram aquele seu estado de derrota, pacientemente me pus a ouvir:

Com voz embargada começou a narrar sua história:

- No passado eu era respeitado não somente a nível nacional, mas internacionalmente, hoje sou motivo de chacota nas varias mídias e rodas em que sou mencionado;

- No passado devido a minha performance de resultados em campeonatos sul-americanos, pan-americanos, mundiais e olimpíadas todos me respeitavam quando participava destes eventos, pq sempre estava entre os 4 melhores colocados, hoje sou visto na maioria das vezes coadjuvante e sem vontade de vencer;

- No passado era o segundo  colocado na preferência nacional, hoje nem sei qual é a minha classificação;

- No passado estava entre os 4 do  ranking internacional ocupava  lugar de destaque e hoje ????

- Quando leio as varias mídias, somente vejo criticas e cobranças das coisas que deixei, estou deixando de fazer e não estou me planejando para o futuro;

- Hoje somente se dirigem a mim com desconfiança e com falta de credibilidade, me acusando que eu não me preparei para acompanhar a mudança que estava acontecendo no mundo devido a globalização, muitos me chamando de obsoleto e incompetente;

- Durante anos não me preparei para suportar as  mudanças técnicas que o esporte internacional vem exigindo, com isto as derrotas tem sido uma constante na minha vida;

- Gritei por mudanças, consegui a mudança e não estou sabendo gerir a minha vida para tornar-me melhor, muitas vezes escutando avaliações que o meu trabalho esta sendo troca de  6 por 3;

- Muitos chamam a forma como venho gerindo as coisas de omisso e conservador;

- Tenho cometido erros clássicos de uma gestão equivocada, deixando me influenciar por terceiros e com isto me afastando daqueles que sempre me ajudaram sem interesses pessoais;

- Durante a minha existência nunca tive tantos recursos para fazerem as coisas acontecerem e não consigo fazer nada que modifique a situação anterior, os resultados negativos continuam como no passado, quando os recursos eram escassos;

-  Prometi mudanças um dia, também não consegui faze-las pelo contrario, perdi a confiança daqueles que acreditaram em mim quando me propus mudar a historia das minhas derrotas e nada consegui;

- Prometi ser transparente nas minhas ações e não cumpri,  tenho sido cobrado por isto;

- Decepcionei aqueles que me amavam  e torciam pelo meu sucesso, hoje poucos me escolhem;

- Passei a ser gozado como freguês de carteirinha dos argentinos;

- Hoje sou rico, tenho recursos financeiros e não consigo transforma-lo em resultados como um inovador e/ ou empreendedor, pq não sei gerir meus recursos de forma vitoriosa e trabalho de forma obsoleta;

- Hoje não sei como valorizar aqueles que me ajudaram a fazer  a minha historia neste país, por omissão me afasto deles;

- Me sinto um perdedor,

Depois de ouvir tudo isto, perguntei a ele como se chama ele respondeu, me chamo BASQUETE BRASILEIRO.

 Atenciosamente,
Alcir Magalhães Filho

Comentários

  1. Essa é a relaidade do esporte brasileiro...
    A boa notícia é que PARECE que o cenário começa a
    mudar, principalmente por causa dos grandes jogos.
    Na marra, nossos gestores terão que (re) aprender a gerir, ou passar a gerir o esporte de forma mais profissional.
    O profissional de Educação Física desempenha papel estratégico nesse contexto e deixá-lo de fora é, definitivamente, não profissionalizar a gestão do esporte!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, opinião, dúvida ou sugestão! Um abraço, Edu Pontes!

Postagens mais visitadas deste blog

O futebol feminino parou, mais uma vez, o país do futebol masculino

Sexta-feira, dia 12 de agosto de 2016. 
Às 22 horas, a Seleção Brasileira de Futebol Feminino entraria em campo já sabendo que as seleções de França e EUA foram eliminadas por equipes consideradas azarões.
O Brasil, começou a tarde desta sexta sabendo que, caso passasse da seleção da Austrália, encararia o vencedor de EUA x Suécia. Logo, saber que a seleção americana havia sido eliminada e não teria a chance de ser nosso algoz nas semifinais já era um peso a menos nas costas de nossas atletas.
Iniciado às 22 horas, o jogo contra a Austrália foi uma mistura de tensão e responsabilidade, fatores que aparentemente pesaram muito e que geraram um nervosismo a cada minuto que se passava e a bola não entrava para que o placar ficasse à nosso favor.
No tempo normal, nada de gols. Então que venha a prorrogação!
Ela veio, com mais nervosismo e tensão ainda. Vale destacar que precisamos clonar a Formiga, pois essa jogadora é fora de série e ninguém joga como ela.
O jogo foi rolando, brasileiros…

Tabu ALTURA - Preconceito com goleiros e goleiras ou falta de visão?

Um tema tem sido frequentemente abordado no futebol, tanto no masculino quanto no feminino: Estatura dos goleiros.
Tem sido uma prática comum clubes dispensarem ou não darem a devida atenção a goleiros e goleiras considerados "baixos" para a posição sem que ao menos sejam analisadas algumas características que muitos destes possuem, mas que precisam ser trabalhadas. Um goleiro de 16 anos e 1,79m é considerado pequeno, assim como uma goleira que tem 18 anos e 1,70m por exemplo! E isso acontece com atletas de menor idade, como exigências de clubes de que goleiros devem ter 1,80m ou 1,90m com 13 anos!

E qual seria o problema: 
Preguiça associada a busca de um jogador ou jogadora prontos para o clube ganhar dinheiro "sem ter trabalho"? 
Ou a intromissão de cartolas que mal entendem sobre futebol e estão preocupados apenas com seus bolsos e seguem assim padrões de escolas internacionais, e por pouca inteligência neste quesito, perdem profissionais (goleiros e goleiras) q…

Pra chegar onde ninguém chegou é preciso fazer coisas que ninguém fez!

Pra chegar onde ninguém chegou é preciso fazer coisas que ninguém fez!

É preciso acreditar em você em seu sonho! É necessário ter foco!
O que diferencia o vencedor do perdedor é que o vencedor decidiu seguir em frente mesmo quando a vida lhe bateu com força e pareceu até lhe faltar chão. O vencedor caiu e levantou quantas vezes foi necessário e acreditou no seu potencial mesmo quando ninguém acreditava em seus objetivos.
É preciso saber onde se quer chegar e o que é preciso fazer para chegar até lá. 
O caminho não é fácil! A trajetória é cheia de obstáculos, mas é preciso seguir em frente, fazer ajustes no seu planejamento de como chegar até lá, mas nunca mudar seu foco. 
Eu sei o que quero, sei onde quero chegar e sei o que preciso fazer pra alcançar meus sonhos. 
As vezes é preciso estar acordado enquanto os demais dormem, é estar em casa estudando, indo a eventos e se atualizando enquanto muitos estão em festas e curtindo o fim de semana. É preciso abrir mão de muitas coisas para i…