Translate

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Marketing Esportivo: A Capacidade e Visibilidade do Futebol Feminino no Brasil

O tema futebol feminino está sendo constantemente abordado aqui no blog assim como a dificuldade na busca de patrocínio e apoio para a modalidade.


O marketing esportivo é hoje uma das maiores ferramentas do mercado para as empresas e o esporte é a melhor forma de publicidade e propaganda uma vez que está associado a sentimentos que somente ele pode proporcionar além de atingir o consumidor quando ele está mais receptivo. 

Mesmo com muitas pesquisas a este respeito, ainda há uma resistência em investir neste promissor mercado.

O fato é: Quem tomar a iniciativa, sem dúvida, sairá à frente dos demais e colherá os louros pelo empreendedorismo desta ação! 

Um exemplo de quem já está um passo à frente é a empresa Bombril, patrocinador Master da Seleção Brasileira de Futebol Feminio, que recentemente patrocinou o Torneio Internacional Interclubes realizado na cidade de São Paulo, bem como é patrocinador do time de futebol feminino do Palmeiras, dentre outras ações. E isso deu maior visibilidade à marca e seus produtos em todo país!

 


O que toda empresa espera ao investir em esporte e marketing esportivo é ter VISIBILIDADE, ter a marca facilmente lembrada pelo consumidor e para exemplificar, além dos dados anteriores sobre a Bombril, os números a seguir reforçam a afirmativa de que o futebol feminino é a área certa para alcançar estes objetivos.

Os principais blogs e site sobre este assunto hoje no Brasil (comentandonoesporte.blogspot.com, Umavidacomfutebolhifi.blogspot.com e www.ffp.com.br) obtiveram juntos nos últimos 2 meses a marca de aproximadamente 40 mil acessos tendo como ferramenta de divulgação apenas as ferramentas twitter e o facebook.

Se estes meios de comunicação virtual, sem qualquer patrocínio ou apoio, foram capazes de alcançar estes expressivos números, quais números e público as empresas poderão atingir e qual o tamanho da visibilidade de seus serviços/produtos?

A expressão "O céu é o limite" responde bem esta pergunta! 

Apoiando projetos de marketing esportivo bem estruturados (projetos que as empresas podem inclusive ajudar a criar) por pequenos, médios e grandes projetos e clubes essas empresas poderão alcançar milhões de pessoas com um custo muito menor em relação às formas de publicidade e propaganda convencionais!

Oportunidades para investir existem e são muitas no país do futebol, onde cerca de um milhão e quinhentas mil mulheres jogam futebol! E uma resposta se quer saber: 'Quais empresas vão levantar as mangas, ser de fato empreendedoras e investir no esporte que hoje mais cresce no Brasil?'

Futebol Feminio - Eu apoio!

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Por Que as Empresas de Produtos para Mulher Não Investem no Futebol Feminino?

A busca por patrocínio e apoio ao futebol feminino é algo que tira o sono de muitos times e seus diretores de marketing (MKT), e até mesmo de pequenos projetos sociais.

O Brasil possui diversas empresas voltadas para fabricação de produtos para a mulher. São produtos para saúde, bem estar, estética, vestuários, maquiagem e muitos outros.

A pergunta curiosa e que não quer calar é: Por que estas empresas não investem no Futebol Feminino e criam assim uma imagem mais forte e mais comprometida com as mulheres?

A maioria das empresas dizem que estão voltadas apenas para projetos culturais, educacionais e sociais, mas investir no futebol feminino não é investir na educação, socialização e busca de qualidade de vida através do esporte?

Assim como o futebol masculino retira crianças das ruas, do tráfico e lhes dá uma nova perspectiva de vida, isso ocorre também no futebol feminino. Muitas meninas vivem em situações precárias e vêem no esporte uma "válvula de escape" para seus problemas. 

Em geral os clubes ou projetos do qual estas meninas participam lhes fornecem o apoio psicológico e moral que elas não obtém dentro de suas casas e no seio de suas famílias. O esporte ainda lhes proporciona a educação através de suas regras, tornando essas meninas/mulheres pessoas melhores, com autoestima elevada, mais confiantes, felizes e certas da capacidade de obter uma vida melhor através do esporte ou não.

São cerca de um milhão e quinhentas mil praticantes  e consumidoras de produtos deste mercado crescente que envolve a mulher e suas necessidades e o não investir em associar a imagem das empresas deste setor ao futebol feminino é estar sempre um passo atrás e abaixo das expectativa destas milhares.

As empresas que tomarem a frente neste mercado, com certeza colherá muitos e bons frutos.

O MKT Esportivo é uma das grandes ferramentas de publicidade utilizada para comunicação entre clientes, colaboradores e consumidores. Tem o esporte como forma de contato, portanto, está ligado diretamente à emoção, à paixão.

Utilizado de forma precisa o MKT Esportivo agrega força à marca ou à empresa devido ao simbolismo dos valores do esporte que são inerentes também ao sucesso na vida coorporativa e às características de cada empresa e tem como vantagem o fato de atingir as pessoas no momento em que elas estão mais receptivas ou relaxadas, tendo a comunicação percebida como parceria e não anunciante criando assim uma maior lealdade à marca ou empresa que detêm esta imagem.

Está na hora destas empresas acordarem para essa grande oportunidade que favorece não só a elas como também a milhares de mulheres que têm no esporte a certeza de dias melhores em suas vidas.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Rio de Janeiro: Liga confirma Campeonato Feminino em abril

Liga confirma Campeonato Feminino em abril

A Liga de Desportos de Nova Iguaçu abriu inscrições para os clubes 
interessados em disputar a Taça Cidade de Nova Iguaçu de Futebol 
Feminino 2011 que terá seu inicio no mês de abril. 

Varias equipes manifestaram interesse em participar da competição 
que poderá ter a presença de 10 equipes. 

Os representantes do União Progesterona, Bayer, Cabuçu, Projeto 
Lorinho, Iguaçu AC, Mancha praticamente garantiram inscrição na 
competição e o CR Vasco da Gama campeão em 2010 já confirmou 
presença. 

A Liga de Nova Iguaçu informa ainda, que outras equipes serão 
convidadas para disputa da Taça Cidade como o CEPE Caxias 
que por muitos anos participou das competições em Nova Iguaçu.

A novidade para o ano de 2011 deverá ser a categoria sub 17 que 
pela primeira vez será disputada em Nova Iguaçu. 

A competição tem por finalidade o fortalecimento do futebol feminino 
em nossa região, e ainda, revelar e formar atletas para o projeto Olímpico 
Rio 2016.

Marta 5 vezes a melhor do mundo, disputou de
2000 a 2002 o campeonato feminino em N Iguaçu  


Maiores informações pelo telefone 3091 – 8894,
ou pelo email ldni@hotmail.com.

fonte: http://ldni.blogspot.com

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Uma Grande Oportunidade para o Futebol Feminino no Brasil

Em janeiro de 2011 foi promulgada pela ALERJ uma lei que obriga a realização de partidas de futebol feminino antes de jogos decisivos (semi-finais e finais) no Maracanã.

A lei só entra em vigor a partir de janeiro de 2013 quando o Maracanã será reaberto.

Os clubes que descumprirem serão multados em 5% da renda obtida na partida.

'Autor da lei em conjunto com o deputado Paulo Melo (PMDB), o presidente da Alerj, deputado Jorge Picciani (PMDB), acredita que esta é uma oportunidade de dar visibilidade nacional ao consagrado futebol feminino do Brasil.

"O nosso futebol feminino já tem destaque internacional, em grande parte por conta do enorme talento de jogadoras como a Marta, eleita a melhor do mundo por mais de uma vez. Medidas como a aprovada propiciam o fortalecimento dos times femininos e, consequentemente, o surgimento de novos talentos", destacou Picciani' em matéria publicada no site do jornalista Sidney Rezende.

Realmente este é uma lei que tem tudo para dar certo e alcançar seu objetivo: dar visibilidade ao Futebol Feminino no Brasil.

No Brasil hoje são cerca de um milhão e quinhentas mil praticantes da modalidade que, dada a proporção, é um mercado a ser explorado. Com este projeto espera-se que empresas fabricantes de produtos voltados para as mulheres e outras grandes empresas de outros segmentos invistam em marketing esportivo, pois a visibilidade deste esporte é muito grande e pouco utilizada.

As empresas necessitam aprender que além do lado comercial, investir no futebol feminino é investir na inclusão social e no auxílio a tantas meninas e mulheres que amam este esporte e vêem nele a oportunidade de um futuro melhor.


"É muito melhor arriscar coisas grandiosas, alcançar triunfos e glórias, mesmo expondo-se a derrota, do que formar fila com os pobres de espírito que nem gozam muito nem sofrem muito, porque vivem nessa penumbra cinzenta que não conhece vitória nem derrota." - Theodore Roosevelt

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Obrigado Ronaldo - O futebol, o Brasil e o Mundo Agradecem!

Ontem, um dos maiores jogadores do Brasil e do mundo anunciou sua aposentadoria.


Sua carreira foi indiscutível! Fenomenal! O goleador, homem 'do gol'... Superação em pessoa e exemplo de quem jogou pela alegria de jogar.

Cada partida era uma 'pelada'! Em cada gol a vibração de milhares de torcedores, brasileiros ou não!


Parabéns Ronaldo por ter nos proporcionado momentos maravilhosos em que vimos essa lenda viva cair muitas vezes, não desistir nunca e se levantar com a mesma determinação daquele menino alegre e magro que despontou do futsal do Valqueire Tênis Clube, e depois do Social Ramos Clube para o Mundo!


O nosso muito obrigado à você, O Eterno Camisa 9!

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Futebol Feminino: Investir no Esporte é Investir em Responsabilidade Social

O futebol feminino vem crescendo no país do futebol e sites especializados no assunto como o Futebol Feminino Profissional e o blog das atletas Laylla e Fabiane ( Uma vida com Futebol ) noticiam peneiras e campeonatos em todo Brasil, além de muitas outras notícias sobre o assunto.

O surpreendente é que, apesar deste visível crescimento, ainda existe muita dificuldade na aquisição de apoio e patrocínio.

O futebol feminino é uma grandiosa modalidade com cerca de 1.500.000 (um milhão e quinhentas mil) atletas praticantes. E onde estão as empresas de produtos para a mulher como cosméticos, higiene pessoal, saúde e bem estar que não enxergam o potencial deste 'mundo feminino da bola'?

Apoiar este esporte não é apenas investir em marketing e calcular o quanto de lucro será obtido. É estar investindo na socialização e inclusão de muitas meninas e mulheres que buscam um futuro melhor. 

"INVESTIR NO ESPORTE é investir em RESPONSABILIDADE SOCIAL!"

Quem trabalha no ramo conhece a realidade de meninas sem uma estrutura familiar, sem estrutura financeira e que vêem no esporte a possibilidade de algo melhor, de sentir-se bem. 

Meninas que não tem dinheiro para comprar uma chuteira, que passam meses a comer angu (massa espessa, geralmente de farinha mandioca ou de milho, frequente na cozinha brasileira) por não ter outra opção, e que precisam do esporte.

Até quando o país de Zico, Garrincha, Leônidas da Silva, Romário, Ronaldo, e muitos outros, vai deixar nossas 'Martas, Cristianes, Fernandas, Fabianes, Cristinas e Joanas' lutarem 'sozinhas'?

Por sorte existem pessoas que acreditam e se esforçam muito para tentar, mesmo com dificuldade, em levar o Futebol Feminino Brasileiro a novos rumos e patamares como Leonardo Allevato, Amadeu Vieira, Alexandre Amaral, Laylla e Fabiane, dentre outros (@Band_SP, @BombrilOficial).

Parabéns às atletas, treinadores, clubes e raras empresas que se empenham, investem e ajudam nessa busca por um futuro melhor do esporte e na vida de tantas meninas e mulheres brasileiras.

"Para muitos o esporte é muito mais do que um jogo, é a chance de recuperar a dignidade e confiança na busca por dias melhores!" - Eduardo Pontes

@Edu_pontes @leoallevato @layllamariana @Biane_1309 @FutFemininoPro @Band_SP, @BombrilOficial

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Liga de Nova Iguaçu convoca clubes para a Taça Cidade de Futebol Feminino

A Liga de Desportos de Nova Iguaçu -RJ convoca clubes para a disputa do torneio Taça Cidade de Nova Iguaçu de Futebol Feminino 2011.

O Cabuçu FC, está realizando até o fim de fevereiro peneira para novas atletas para com a finalidade de fechar o grupo para a temporada 2011.

Testes aos sábados, as 15hs no Clube (Rua taquaretinga, 117, Cabuçu - Nova Iguaçu RJ).

As interessadas devem ter idade mínima de 17 anos e comparecer no clube com uma hora de antecedência, munidas de xerox da identidade, atestado médico, além de material para treino (calção, meião e chuteira) e procurar o técnico Alexandre Amaral.

Contato: Eduardo_d_p@hotmail.com
Twitter: @edu_pontes


Matéria abaixo foi publicada pela LDNI em seu blog: LDNI.blogspot.com

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

2011 - Uma Nova Perspectiva Para o Futebol Feminino

A temporada 2011 do Cabuçu FC Futebol Feminino começou de forma muito positiva.

Com o período de testes para novos atletas o clube tem recebido muitas jogadoras de qualidade e também tem sido relatado algo muito importante e preocupante: A falta de equipes de futebol feminino no Rio de Janeiro.

No Brasil são cerca de um milhão e quinhentas mil jogadoras de futebol, em sua grande maioria, sem clube.

Muitas das atletas que chegam ao Cabuçu FC, assim como muitos pais, tem relatado a dificuldade de encontrar clubes que trabalhem com esta modalidade ou até mesmo escolinhas para mulheres. Além disso, os poucos clubes que trabalham com o futebol feminino, segundo as jogadoras e seus familiares, não apresentam estrutura ou oferecem algum tipo de auxílio a essas meninas que acabam "pagando para treinar", dados os gastos de transporte, material e alimentação.

Este paradigma é o que o clube de Nova Iguaçu tenta quebrar.

"Aqui buscamos não só dar uma estrutura de qualidade, como também um trabalho diferenciado na intenção de lapidar as atletas e melhorar suas valências físicas, técnicas e até mesmo melhorar a relação interpessoal entre elas, seus parentes, amigos e familiares. Não queremos apenas montar uma equipe, mas 'uma família' onde essas meninas tenham uma nova visão do esporte e também uma nova perspectiva em suas vidas" Afirmou, Alexandre Amaral - Técnico do time.

Conforme estudos de marketing e matérias de muitos jornais, revistas e profissionais do esporte ainda existem muitas barreiras para que o futebol feminino seja mais valorizado e a captação de patrocínio é uma delas, mas é com trabalhos de pessoas, clubes e entidades como do Cabuçu FC, Alexandre Amaral - Técnico de futebol feminino, Eduardo Pontes - responsável de marketing e preparação de goleiras, Leonardo Allevato - Diretor da LA FITNESS SOLUTIONS Consultoria, e Amadeu Vieira - jornalista e editor do site Futebol Feminino Profissional (www.ffp.com.br), e muitos outros, que essas barreiras serão transpostas e o futebol feminino terá uma vida gloriosa no Brasil e no mundo.