Pular para o conteúdo principal

Um novo perfil profissional surge no mercado esportivo: O Gerenciador de Carreira.

            Já é normal ouvirmos no meio esportivo o termo Agente esportivo, empresário de atleta e também o termo agente FIFA para os jogadores de futebol.
            Infelizmente estes "profissionais", em sua maioria, deveriam se chamar “vendedores de atleta”. Isso mesmo, não se assustem!

            A grande maioria dos agentes de atletas tem por finalidade investir no atleta para ganhar dinheiro com uma futura negociação deste atleta onde ele, por contrato, ganha de dez à trinta por cento do valor da negociação.

Muitos Empresários só querem ganhar dinheiro sobre o talento do atleta.

            O atleta precisa de um outro tipo de profissional atualmente conhecido como Gerenciador de Carreira. Este profissional se preocupa não só com a formação esportiva do indivíduo como também com sua educação, seu lado psicológico, familiar, sua forma de se expressar perante a mídia, assessoria de imprensa, patrocínio e imagem perante a mídia, fãs, projeção de carreira e o que este atleta representa para o social de um modo geral, e ainda sem esquecer do pós carreira do atleta.

            Parece complexo, mas não é!

            O verdadeiro profissional é este, o que ganha dinheiro em relação ao atleta, mas pelo serviço prestado de GERENCIAMENTO DE CARREIRA.

            Muitos jovens atletas e seus parentes, por falta de esclarecimento, acabam caindo nas mãos de empresários que não se preocupam com o ser humano que vem antes do atleta. Meninos e meninas que apresentam um contrato de “agenciamento” onde, no fundo, o atleta é apenas uma mercadoria que gera uma comissão no momento de sua venda. Comissão essa que é o que estes milhares de “falsos” empresários procuram.

Muitos atletas assinam contratos em que o maior beneficiado é o agente.

            No Brasil, cresce, ainda de forma tímida, a quantidade de profissionais que de fato tem o perfil de gerenciadores de carreira. Profissionais estes que sabem como tratar e como planejar a vida pessoal, profissional e comercial deste atleta, dando-lhes suporte até mesmo com conselhos de como aplicar ou como não desperdiçar o dinheiro conquistado através de seu talento.

O Gerenciador de Carreira é também amigo e companheiro do atleta.

            Atletas - abram os olhos e questionem e analisem bem as propostas e “promessas” destes empresários,  ou eu deveria dizer “vendedores de loja” que buscam apenas lucrar com os seus talentos.

Atletas: Peças para venda ou seres humanos?

Comentários

  1. Uma carreira legal e interessante.

    ResponderExcluir
  2. BOA TARDE! GOSTARIA DE SABER COMO FAÇO FILHO JOGADOR DESDE 5 ANO TEMPO SALÃO QUE EXISTE UM PROCURADOR QUE O ACOMPANHA NA ÉPOCA MAIS JOVEM HOJE AOS 22 ANOS CONTINUA NO MESMO PATAMAR FEIJÃO COM ARROZ MAS ACREDITA NO POTÊNCIAL RODOPIANDO CURTAS TEMPORADA SEMESTRAL PARA CAMPEONATO AO TERMINO VEM RECISÃO VOLTANDO SEMPRE NO MESMO ESQUEMA...AONDE ESTA COMEÇO DA MIADA PRA SER DESSA FORMA?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, opinião, dúvida ou sugestão! Um abraço, Edu Pontes!