Pular para o conteúdo principal

Nada de "Cornetar"! É hora de apoiar e torcer: Em Busca do Ouro Inédito!


Durante a partida entre Brasil 0 x 1 Dinamarca, e após seu término muitas pessoas criticaram a atuação da Seleção Brasileira.

As “cornetadas” foram comentadas pela atacante Cristiane em seu perfil no Twitter (@11_oficial).

Mensagem do twitter da atacante Cristiane

Muitas pessoas questionaram a atuação da Seleção, criticaram Marta e companhia, dizer que as atletas de nossa Seleção não são capazes de ganhar de seleções como Canadá, EUA, Japão e Dinamarca, entre outros.

Os torcedores se preocupam com o título do Torneio Internacional de São Paulo e acabam esquecendo-se de analisar detalhes. Além das jogadoras atuando desde o começo do ano e com calendários de competições completamente diferentes, o foco da Seleção é a preparação para conquistar os títulos que até então não temos.

O título do Torneio Internacional de São Paulo pode ser importante para alguns, mas acredito que o entrosamento e implantação da nova filosofia de jogo seja mais importante para os objetivos maiores que são o Ouro Olímpico e a Copa do Mundo da modalidade.

Brasil precisa trabalhar para conquistar os tão sonhados Ouros - Olímpico e Mundial.

O jogo contra a Dinamarca foi muito bom para a equipe canarinho perceber que precisamos mudar alguns aspectos: carregar menos a bola, trabalhar mais o toque, aprender a jogar sem a bola, melhorar a movimentação em campo, dentre outras coisas.

O futebol feminino evolui em todo o mundo e o individual não pode ser o único diferencial de nossas meninas. Nossas atletas precisam ser bem trabalhadas para que jogando de forma mais coletiva o grupo se torne bem forte e com os talentos individuais possam se tornar, finalmente, “invencíveis” na busca dos títulos inéditos!

Comentários

  1. Pra começar vamos tentar diferenciar o que é cornetar e opinar!
    Eu acho que dizer que o Brasil não foi bem não é cornetar, porque não foi mesmo! Dizer que a Dinamarca marcou e atacou melhor também não é cornetar, de fato foi o que (na minha visão) ocorreu!
    Mas questionar qualidade ou vontade das jogadoras e da comissão aí sim é cornetar!
    Vamos aos fatos: impossível já criticar um treinador que mal começou um trabalho. Ele já foi treinador da Seleção mas a época não é a mesma, outro treinador conduziu essa equipe por anos até o Pan recém passado e a Seleção se reuniu dia 4.
    As jogadoras estão vindo de uma temporada desgastante sim, não é desculpinha não! A grande maioria (se não a totalidade) deveria estar descansando, já em período de transição para a próxima temporada! Igualzinho aos jogadores do masculino, esses mesmo que ganham milhões!
    Mas por outro lado entendo que também pra poder se obter mídia infelizmente é a única "brecha" que o futebol masculino dá, por isso é necessário esse esforço!
    Sabendo então das limitações existentes e dos sacrifícios exigidos é melhor nos juntarmos de um lado só, jogadoras, comissão e torcedores para superá-las!
    E domingo é torcida empurrando, jogadoras se superando vibrações positivas e VITÓRIA se for da vontade de Deus!
    Um abraço a todos,
    Carla Índia!

    ResponderExcluir
  2. Bom incentivo Eduardo, mas as coisas não são assim como imaginamos. A seleção brasileira nunca chegará bem a nenhuma competição de expressão. Porque o discurso de que se reunirão em seis convocações é totalmente furado. O Jorge não poderá contar com Aline, Fabiana e Cris, que terão que voltar para Russia, pois o contrato delas ainda está em vigencia. A Marta deverá ir para Europa, a Rosana e Debinha, Lyon da França. Rafeelle, Universidade Americana, Erika e Thaisinha acertaram com a Coreia. , essas que eu me lembre fora as que devem partir tb, já que os clubes terão pouco dinheiro esse ano para segura-las aqui. O Santos FC, diminuirá seu elenco e não ficará com atletas pagando salarios altissimos não tendo elas a disposição do clube, ou vão ficar com elas e só libera-las quando for data FIFA, assim como os clubes estrangeiros. Sendo assim o fato de ter seis convocações não adianta nada, pq com essas ele não poderá contar em metade dessas convocações. Assim sendo convocará umas para tampar buraco e na hora do vamos ver levará as medalhonas, que não farão essa preparação juntas. Pense comigo quem abriria mão do sálario mensal do clube europeu, para vir ao Brasil ganhar 35 a 50 reais por dia (diária da seleção)? E ainda assim tendo que pagar as passagens aéreas, porque se não for por competição, nem isso a CBF paga. É meu irmão...São tantas coisas, tantos problemas que demorará decadas para a conquista da tão sonhada medalha de ouro.

    Joaquim

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, opinião, dúvida ou sugestão! Um abraço, Edu Pontes!