Translate

quarta-feira, 28 de março de 2012

Futebol Feminino: Peneira na Ponte Preta para atletas a partir de 16 anos.

Para as meninas que sonham em jogar futebol feminino com idades a partir dos 16 anos, a Ponte Preta abre uma oportunidade.

A peneira que  será realizada pela AAPP (Associação Atlética Ponte Preta) no dia 31/03/2012 às 9h no Ginásio de Esportes Azulão. 

Um ponto de referência é o supermercado Lavapés.

As meninas devem comparecer com material para treino/jogo (Chuteira, shorts, meião e caneleira). 


O Azulão fica situado na Rua Amazonas, n° 888, cidade de Jaguariúna- SP.


Telefone para contato: (19)9611-1177  falar com Marcelo.

terça-feira, 27 de março de 2012

FALTA QUALIFICAÇÃO NA GESTÃO DO #FUTEBOLFEMININO – NÃO ME REFIRO A ESTUDO, FALO DE ÉTICA E BOM SENSO!

(texto publicado no site www.wingedgk.com na última quinta-feira, 22/04 )

Olá amigos e amigas do WingedGK, goleiros, goleiras, atletas, admiradores e amantes do esporte! Mais uma quinta-feira e eu, Edu Pontes, estou aqui para falar de futebol feminino!

Tem sido comum vermos erros grotescos no futebol feminino que refletem a falta de organização e conduta dos envolvidos.

Diretores que rejeitam patrocínio por orgulho, clubes que fazem uma peneira e depois dispensam aprovadas por conta de contar com times alugados e fechados pra jogar com a camisa da equipe, clubes dispensando jogadoras porque acha que a jogadora é baixa e não avalia sua técnica, e por ai vai.

Eu poderia escrever páginas e páginas de coisas que “Só acontecem no futebol feminino” como um jogo oficial sem súmula, e com certeza meus amigos e amigas poderiam me citar mais milhares de problemas, mas já deu pra exemplificar.

Isso tudo me levou a pensar muito durante a semana e escrevi em meu twitter (@Edu_Pontes) a seguinte frase: “As vezes no futebol feminino o feeling é mais importante que o diploma”.
Sabemos da importância do estudo. De uma graduação, de um curso de especialização e afins, pelo conhecimento teórico adquirido para a função que você irá exercer, mas gostar do que você faz, sua ética pessoal e o bom senso, muitas vezes são mais importante do que carregar um diploma.

Muitos dirigentes de clubes, federações e confederações podem até ser diplomados, graduados, pós-graduados, ter título de mestre ou doutor, mas muitas vezes não nasceram para trabalhar com o futebol feminino. Para muitos deles faltam duas coisas fundamentais: ética e bom senso!

Vamos dar uma olhadinha no dicionário:

ética
(latim ethica, -ae)
s. f.
1. Parte da Filosofia que estuda os fundamentos da moral.
2. Conjunto de regras de conduta.

senso
(latim sensus, -us, sentido, órgão do sentido, faculdade de sentir, sensação, pensamento)
s. m.

1. Juízo claro. = PRUDÊNCIA, SISO
2. Capacidade para sentir. = SENTIDO
3. Capacidade de pensar. = JUÍZO, PENSAMENTO, RACIOCÍNIO
4. Direção, rumo.
bom senso: equilíbrio nas decisões ou nos julgamentos em cada situação que se apresenta.

Quando falamos em falta de profissionais qualificados não estamos nos referindo às pessoas “sem estudo”. Na maioria das vezes essa falta de qualificação é ética, moral, é falta de senso crítico (apreciar e julgar com ponderação e inteligência).
Você pode pegar uma pessoa que não tenha feito curso ou graduação em gestão de pessoas, mas provavelmente essa pessoa poderia assumir um clube e saber cuidar desta parte com muito mais qualidade do que alguém que estudou e se gaba de estar naquela posição.

Não estou afirmando que o estudo não seja importante. Ele é importante sim, mas de nada adianta tê-lo se você não souber tomar e analisar situações que acabam indo além dos aspectos teóricos que você adquiriu na faculdade, cursinho ou na sua especialização.

Para trabalhar com futebol feminino é preciso ter feeling (sentir a situação, ter percepção para entender, perceber coisas que outros não percebem, e saber tomar a melhor atitude para tal situação).

Aplico isso ao futebol feminino, mas isso se enquadra em muitas outras modalidades esportivas, empresas e no relacionamento diário, na vida de cada um!

Onde está o bom senso de diretores que recusam patrocínio por não gostar da pessoa que foi oferecer R$80mil por mês ao clube ou por “achar pouco”? Onde está a ética de escalar atletas por amizade e não por mérito do esforço do treinamento diário? Onde está o senso crítico de um profissional que dispensa uma jogadora de 13 anos por achar que ela, com 1,64m, têm baixa estatura?

Onde está o feeling dos profissionais de federações e da confederação em perceber que as coisas não estão caminhando como deveriam, associada ao bom sensoe a ética de que é preciso fazer muito mais ao invés de se preocupar apenas em ganhar aquele dinheiro mensal?

Sabemos que existe uma série de fatores que precisam mudar no futebol feminino brasileiro, mas provavelmente a qualidade (ou falta de) dos profissionais que ocupam altos cargos na modalidade seja o fator determinante entre a evolução e a mesmice em que a modalidade vive há décadas.

Ser gestor vai além do conhecimento! Muitas vezes passa pelo bom senso, ética, gostar do que faz e saber “ler” e entender as pessoas!

segunda-feira, 26 de março de 2012

O que importa na vida...



O que importa na vida não é o quanto de dinheiro você ganhou. 

O que importa são os sorrisos dados, causados e conquistados, os abraços apertados, o brilho do olhar do outro, se sentir bem fazendo aquelas coisas simples como sentar na pracinha e bater um papo. Fazer sempre o que você realmente gosta, e estar cercado das pessoas que você gosta e que gostam de você! 

O que importa é aproveitar da melhor forma possível o seu tempo, o que importa é tudo que você aprendeu.É fazer o que você tem vontade para não viver arrependido do que fez ou deixou de fazer, do que falou ou deixou de falar ou a quem você deu ou não o valor que merecia (inclusive a você mesmo)!

O dinheiro não pode comprar o tempo, fazer você voltar e viver tudo que já passou e tudo que você fez ou deixou de fazer. 


Por mais que o dinheiro te permita comprar muitas coisas ele nunca irá comprar todos os momentos e pessoas que você perdeu por não dar a devida importância.

Se durante seus dias você pensar somente no dinheiro, você apenas conseguirá pintar de forma muito bela toda parte externa de um baú chamado vida, e que apesar de estar primoroso e belo por fora, estará vazio e sem cor por dentro.


O que importa na vida, no fim das contas, é se você vai ter seu baú cheio ou vazio, independente de como estará sua aparência por fora.

"Conheci um homem tão pobre, mas tão pobre, que ele só tinha dinheiro." 

Bom dia e boa semana a todos!

domingo, 25 de março de 2012

Depois de pressão do público no twitter SporTV justifica não transmissão do Futebol Feminino

Depois de muitos internautas "twittarem" para a emissora cobrando que eles explicassem e declarando o sentimento de total falta de respeito para com o telespectador, a SporTV finalmente publicou comentário na rede social twitter.

"@SporTV Pessoal, sobre o Futebol Feminino, houveram problemas técnicos que impossibilitaram a transmissão. Pedimos desculpas pelos transtornos." (clique na imagem para ver em tamanho original)




O canal já havia respondido sobre a fórmula 1, mas até então deixava o futebol feminino sem justificativas!

Esperamos que "O canal campeão" tenha mais respeito e se preocupe em informar o seu público e consumidores antes dos mesmos precisem cobrar tais explicações.


A "justificativa" da emissora demorou tanto a ocorrer que não foi "digerida" pelos amantes da modalidade.


Se tal anúncio tivesse sido feito no momento em que o jogo deveria ter ido ao ar, isso não teria ocorrido e seria mais aceitável!

Estamos de olho, SporTV.

SporTV divulga mensagem sobre VT da F1 mas deixa Futebol Feminino sem explicação

Como bem sabem, na tarde de sábado o canal SporTV não transmitiu a partida entre Brasil x Canada, amistoso internacional de futebol feminino conforme constava em sua grade.

Grade constava transmissão que não ocorreu na tarde deste sábado, dia 24/03.


Muitas pessoas questionaram a emissora na rede social twitter sobre o porquê do ocorrido e cobraram explicações.

Desde às 14horas de ontem nenhuma resposta foi dada.

Já as pessoas que reclamaram sobre o horário que será transmitido o VT da fórmula 1, foram respondidas, conforme mostra o print abaixo:

Twitter oficial da SporTV ainda não deu justificativas sobre o Futebol Feminino, mas justificou o VT da Fórmula 1


Qual o problema com o Futebol Feminino, SporTV? Algum preconceito? O que custa responder e justificar, não só a não transmissão do jogo, mas também o por quê da falta de respostas?


Sportv anuncia mas não transmite partida de futebol feminino

Neste sábado o Futebol Feminino sofreu mais uma vez com o descaso.


O canal Sportv divulgou em sua frade de programação a transmissão do amistoso internacional entre Brasil x Canadá. O jogo estava marcado para as 14hs e com transmissão pelo SporTV 2.


Infelizmente a emissora não cumpriu com o que estava anunciado em sua grade e deixou jogadoras, profissionais do esporte, torcedores e os amantes da modalidade decepcionados pela falta de respeito.

Grade de programação da SporTV onde destaquei o jogo em questão.

Várias perguntas foram enviadas para o twitter oficial da SporTV que não respondeu sobre os motivos da não transmissão da partida. Apesar de não responder os internautas e twitteiros, o twitter oficial da emissora continuou enviando outras mensagens sobre reportagens e sua programação, ignorando e demonstrando assim indiferença total com o público.

Em nenhum momento demonstrou preocupação com a modalidade, com os telespectadores e com os brasileiros, uma vez que deixou de transmitir o futebol feminino para transmitir a fórmula GP2.

Como bem disse a amiga Lu Castro na rede social twitter durante o ocorrido: "Se os veículos de comunicação em sua maioria, são pautados pela audiência, por quê raios GP2 tem transmissão no lugar do futebol feminino?"


SporTV é reincidente

Não é a primeira vez que tal fato ocorre. Durante a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2011, realizada na Alemanha, o canal teve a mesma atitude. Anunciou partidas em sua grade e não transmitiu tendo dado preferência ao tênis de quadra.

É inexplicável e como dito, uma falta de respeito com o consumidor e com a modalidade. Foram realizadas diversas manifestações nas redes sociais twitter e facebook contra o ocorrido.

Se não havia pretensão de transmitir o jogo a emissora não deveria ter anunciado por meio de sua grade de programação, disponível no site do canal. É simples e o consumidor agradece!

O que aconteceu neste sábado não será esquecido pelos amantes do futebol feminino no Brasil. 

sexta-feira, 23 de março de 2012

Projeto Goleiro Solidário



O que é o Goleiro solidário?

Goleiro solidário nada mais é que um goleiro poder ajudar o próximo, sem terceiras intenções, somente pelo simples fato de querer ajudar ao próximo demonstrando, carinho, compaixão por aqueles mais necessitados.

Como surgiu essa ideia?

A ideia do projeto Goleiro Solidário nasceu a partir de uma rede social em uma comunidade voltada somente a goleiros, onde vi dois goleiros tentando ajudar atletas carentes, porém sem saber como. Interferi na ideia deles dizendo que no dia 26 de Abril é “comemorado” o dia do goleiro, e se nos uníssemos poderíamos ajudar de forma mais ampla. O preparador de goleiros Vander Batistella foi procurado por nossa equipe por ser dono a 1ª escola de goleiros do Brasil (Camisa Um), localizada em Americana-SP, para ser o beneficiado do projeto, que hoje conta com mais de 100 goleiros treinando diariamente, em 2 períodos, e muitas vezes sem o mínimo de condição.


O que seriam essas condições?

Em primeiro lugar, material de treino, por serem alunos carentes, a maioria não tem condições financeiras de comprar seu próprio material, como: luvas, calças, camisas, chuteiras, enfim… E é aí que entramos: buscando materiais, procurando apoio de grandes marcas, e tentar dar condição para o goleiro conseguir treinar com mais motivação, sempre buscando melhorar,sendo incentivado por meio do esporte, mais precisamente por essa paixão que é atuar nessa posição.
O projeto Camisa Um do professor VB já conseguiu muito ao longo desses 6 anos, mas podemos ajudar ainda mais esse lindo projeto para se formar não apenas bons goleiros mas cidadãos.
E para isso o projeto precisa da sua colaboração, doando qualquer desses itens acima que possa ser utilizado pelos goleiros da escola.
.
Para onde enviar a doação?
.
Segue aqui endereço e nome pra onde deverão ser mandados os materiais doados pelos amigos:
ESCOLA DE GOLEIROS Camisa1
VANDER BATISTELLA .
R- MAJOR REDHER - 69
CENTRO
CEP- 13465-390
AMERICANA SP
Site da escola de goleiros: http://escoladegoleiros.com.br/

 

quinta-feira, 22 de março de 2012

Nike lança Mercurial V8 - No Brasil mercado de material esportivo de futebol feminino ainda é esquecido


Nike lança nova Mercurial V8, mas no Brasil ainda vemos a falta de atenção da marca ao mercado feminino, assim como acontece com Adidas, Puma, Fila, Topper, Umbro, e outras.

Infelizmente esse ainda é um mercado carente no Brasil e não só quando falamos de chuteiras, mas também de moda esportiva feminina como tops, camisas, camisetas, short, bermudas, segunda pele e afins.

Em um país onde as mulheres são as maiores consumidoras e milhares delas praticam esporte, me pergunto: Até quando as empresas de produtos esportivos, principalmente ligados ao futebol feminino, vão deixar de ganhar dinheiro com isso no Brasil?

A Nike Mercurial nova, como pode-se observar nas fotos abaixo, é belíssima, e chuteiras neste estilo, com novas estampas e claro PREÇOS MAIS ACESSÍVEIS seriam um sucesso no "país do futebol" onde as atletas tanto sofrem na busca por este tipo de produto.

Tudo que é relacionado a Mulher vende. No esporte não é diferente, mas ainda é um mercado muitíssimo carente!


Nike Mercurial Vapor 8, ainda mais marcante

Nike Mercurial Vapor 8, velocidade explosiva nos pés dos craques.
Modelo foi re-projetado para um desempenho ainda melhor, com design e cores marcantes.
Por Bruno Municelli , para o Bagarai (http://bagarai.com.br)

Por mais de uma década, a chuteira Mercurial tem oferecido inovação aos melhores jogadores do mundo: Ronaldo Fenômeno, no passado, Cristiano Ronaldo e Neymar hoje em dia.
Nike Mercurial Vapor 8 (foto: divulgação/Nike)
Nike Mercurial Vapor 8 (foto: divulgação/Nike)
Resultado de tecnologia de ponta, a Nike produziu um modelo que proporciona conforto, leveza e desempenho com consistência. Agora, para a temporada 2012/13, a Mercurial Vapor 8 aprimora ainda mais sua inovação, com uma versão totalmente re-projetada para proporcionar uma velocidade explosiva.
Pensar na Mercurial significa pensar em inovação e estilo. A essência está no DNA da chuteira, e a nova Vapor 8 oferece o máximo em toque, ajuste e tração. O novo modelo ganhou ainda uma cor vibrante vermelho manga, com uma assinatura visual no calcanhar, que garante o destaque do calçado em contrate com os campos de futebol.
Re-projetada para criar um cabedal confortável, ao mesmo tempo em que dá suporte ao pé e evita movimentos indesejados, a nova tecnologia Anatomic Last aprimora o ajuste da chuteira com um nível específico de suporte e estabilidade. Esse efeito é acentuado por um couro mais macio e minimalista no calcanhar, maximizando o conforto e o ajuste.
Nike Mercurial Vapor 8 (foto: divulgação/Nike)
Nike Mercurial Vapor 8 (foto: divulgação/Nike)
Nike Mercurial Vapor 8 (foto: divulgação/Nike)
Nike Mercurial Vapor 8 (foto: divulgação/Nike)
Cristiano Ronaldo está em campo com a Mercurial desde o início da sua carreira, e as chuteiras mais uma vez atenderam aos seus padrões muito exigentes. “É perfeita para mim. Posso obter uma vantagem sobre os zagueiros, sabendo que a chuteira vai proporcionar a velocidade e a tração que eu preciso sem comprometer o controle, o apoio ou, é claro, o estilo”.
No cabedal com Teijin Microfiber, um acabamento parecido com a camurça aumenta o controle de bola e o toque. Maior elegância e toque são proporcionados por um reforço especial na biqueira, que também garante maior conforto em torno dos dedos. Um tecido mais fino e mais forte reduz o peso da chuteira para apenas 185g – limite ideal para reunir velocidade, suporte e durabilidade.
A tração é fundamental quando o objetivo final é a velocidade explosiva, e a Mercurial é uma chuteira criada para a velocidade, mas que também reconhece que os jogadores não correm apenas em linhas retas.Travas duplas na parte posterior permitem uma rápida liberação do gramado e o desenho assimétrico da configuração das travas oferece um arranque explosivo. Lâminas mais afiadas cortam o gramado, permitindo mudanças imediatas de direção, algo essencial nas arrancadas para o gol características de atletas como Neymar.
Nike Mercurial Vapor 8 (foto: divulgação/Nike)
Nike Mercurial Vapor 8 (foto: divulgação/Nike)
Nike Mercurial Vapor 8 (foto: divulgação/Nike)
Nike Mercurial Vapor 8 (foto: divulgação/Nike)
Nike Mercurial Vapor 8 (foto: divulgação/Nike)
Nike Mercurial Vapor 8 (foto: divulgação/Nike)
Um chassi de vidro revolucionário com dupla camada oferece estabilidade, enquanto a região central do solado, otimiza o retorno de energia no antepé para aceleração.
A Nike Mercurial Vapor 8 estará disponível no varejo em todo mundo a partir de 29 de março. No Brasil, a chuteira chega às lojas dia 02 de abril, com o preço sugerido de R$ 899,90.

Aproveite e vote na enquete:


O que falta no mercado de consumo do #FutebolFeminino?




Votar


Vamos participar! Conto com a participação de vocês

segunda-feira, 19 de março de 2012

O que falta no mercado de consumo do #FutebolFeminino?

Quem está inserido no mercado de futebol feminino sabe da carência de novos produtos ou de produtos destinados para mulheres.

Luvas para goleiras, chuteiras, roupas, bolsas, mochilas e muitos outros produtos e acessórios.

Pensando nisso resolvi criar uma enquete: 


O que falta no mercado de consumo do #FutebolFeminino?




Votar


Vamos participar! Conto com a participação de vocês

#FutebolFeminino: Oitavas-de-final da Copa do Brasil definidas


A primeira fase da Copa do Brasil de Futebol Feminino de 2012 chegou ao fim. Apenas os jogos de ida e volta do Kidermann/SC x Atlântico/RS ainda não aconteceram. Mas as demais chaves das oitavas-de-final já estão definidas.
São Francisco/BA, Vitória/PE, Atlético Mineiro, Adeco/SP, Vasco, São José, Francana/SP e Foz Cataratas/PR marcaram mais de três gols fora de casa nas partidas de ida e garantiram a vaga antecipada para a próxima fase da CBFF já na semana passada. Neste fim de semana, os times que se classficaram com os jogos de volta são Baré/RR, Iranduba/AM, Caucaia/CE, Viana/MA, Pinheirense/PA, América/RN e Serra/MT.
Confira os duelos das oitavas-de-final da Copa do Brasil de Futebol Feminino:
Atlético Mineiro x Centro Olímpico/SP
Vasco da Gama x Serra/MT
Francana/SP x Foz Catararas/PR
Baré/RR x Iranduba/AM
São Francisco/BA x Caucaia/CE
Viana/MA x Pinheirense/PA
Vitória/PE x América/RN
*A ordem dos mandos de campo ainda não está definida, assim como os dias das partidas.
O adversário do São José/SP sairá do confronto Kidermann/SC x Atlântico/RS. As partidas serão disputadas nos dias 31 de março em Caçador, e 7 de abril em Erechim.
Na partida de ida, o Baré/RR empatou com o Oratório/AP em 1 a 0 em casa. No jogo de volta, o visitante venceu por 4 a 2. O Iranduba/AM empatou em 2 a 2 com o Amazônia/AC fora de casa. E, em Manaus, goleou o visitante por 5 a 0.
Já o Caucaia/CE derrotou o Flamengo/PI nas partidas de ida e de volta. O primeiro placar foi 2 a 1 fora de casa e depois, 4 a 1. O Viana/MA também venceu os dois jogos contra o Intercap/TO, por 2 a 1 e 3 a 0. Na partida de ida, o Pinheirense/PA derrotou o Santos/RO por 1 a 0 em Porto Velho. Já em casa, o time paraense venceu por 4 a 0.
O América/RN venceu os dois jogos da primeira fase. Fora de casa, em João Pessoa, o time de Natal derrotou o Botafogo/PB por 1 a 0. E, depois em casa, venceu por 3 a 0. O Serra/MT também goleou o Iguaçu/MG nas duas partidas. Em casa, por 6 a 0 e depois por 4 a 0.
Confira o resultado dos jogos de volta da primeira fase:
Oratório/AP 2 x 4 Baré/RR
Iranduba/AM 5 x 0 Amazônia/AC
Caucaia/CE 4 x 1 Flamengo/PI
Viana/MA 3 x 0 Itercap/TO
Pinheirense/PA 4 x 0 Santos/RO
América/RN 3 x 0 Botafogo/PB
Iguaçu/MG 0 x 4 Serra/MT

Fonte: Site CBF

sábado, 17 de março de 2012

Tabu Altura: A discriminação na formação de atletas na base



David Luiz: "no São Paulo disseram que eu não iria crescer" - Jogador dispensado por ser baixo, hoje faz sucesso na Europa e tem 1,89m! 

Dispensar atleta na base por altura é simplesmente ignorância! Se você, profissional, estudou tanto pra cometer esse tipo de erro, MUDE DE PROFISSÃO! E não adianta dizer que é o mercado que pede, ainda mais quando falamos de goleiros e goleiras!

Dispensar atleta dando como justificativa a altura, além de caracterizar a incapacidade do profissional em trabalhar aquele atleta para que ele tenha diferenciais que compensem certos detalhes, é DISCRIMINAÇÃO e deve ser punida com processo por danos morais ao atleta que sofreu tal MONSTRUOSO e MUITO POUCO INTELIGENTE, fato!


Goleiro Neto, mais um caso de discriminação na formação de atletas de base que se tornou sucesso nos campos: http://globoesporte.globo.com/futebol/selecao-brasileira/noticia/2010/09/hoje-um-gigante-da-selecao-goleiro-neto-sofreu-por-ser-baixinho-na-base.html



David Luiz, assim como o goleiro Neto, é somente um dos casos de preconceito
dentre milhares de meninos e meninas que sofrem com isso em diversas modalidades esportivas
Foto: Esporte Terra

Sabemos que cada caso é um caso e que realmente alguns aspirantes a atleta não possuem valências(características)  para certas modalidades, mas até isso deve ser observado pelo profissional e o atleta não deve ser simplesmente dispensado, mas encaminhado a outra modalidade desportiva na qual suas características possam ser melhor aproveitadas.

ISSO É SER PROFISSIONAL! Mas dispensar um atletas SIMPLESMENTE PELA ALTURA é discriminação e um ato de pouca inteligência.

Se você, profissional, se diz estudado, graduado, pós graduado e afins, e comete esse tipo de erro ou reveja seus conceitos ou então assuma que nada do que você estudou foi aprendido e que seu diploma é apenas um enfeite!

Não seja apenas mais um no mercado, como a grande maioria! TENHA UM DIFERENCIAL!

A fase da formação é onde temos meninos e meninas cheios de sonhos e que precisam de ORIENTAÇÃO! Discriminação eles sofrem todos os dias, seja em casa, na rua ou na escola, e o esporte deve ser uma ferramenta de inclusão e formação do caráter do indivíduo.

Com a busca de tipos específicos para cada modalidade o esporte que deveria ser uma ferramenta de inclusão, vem se tornando a cada dia uma ferramenta de exclusão e discriminação de jovens talentos que necessitam apenas ser encaminhados para o lugar certo e lapidados por profissionais de verdade.

E você, é um profissional que inclui e forma o atleta e indivíduo levando em consideração tudo que aprendeu no ensino acadêmico e na prática e vivência pessoal e de terceiros, ou somente um ser comum que acha que está fazendo o correto na sua profissão?

Rever conceitos e analisar seus passos é necessário a cada dia! Não seja mais um obstáculo na vida de jovens que podem ter um futuro brilhante! Seja a ponte que eles necessitam para ter um futuro melhor!

segunda-feira, 12 de março de 2012

Ricardo Teixeira Renuncia a presidência da CBF? Algo muda?



Ricardo Teixeira, que já vinha bambeando no comando da CBF após as acusações de corrupção há tempos enfim renunciou, não só ao comando da CBF como também do comando do Comitê Organizador Local da Copa do mundo de 2014 (COL).


Aqui estão algumas das citações na carta de renuncia de Teixeira, conforme publicado no site Globo.com:

"Presidir paixões não é uma tarefa fácil. Futebol em nossos pais e associado a duas imagens: Talento e desorganização. Quando ganhamos, exaltam o talento. Quando perdemos, a desorganizaçõa. Fiz o que estava ao meu alcance. Renunciei à saúde. Fui criticado nas derrotas e subvalorizado nas vitórias."

"Deixo definitivamente a presidência da CBF com a sensação de dever cumprido".


Com isso, José Maria Marin, assume o cargo.

O “Zé Maria” é mais lembrado pelos brasileiros pelo lamentável ROUBO DA MEDALHA na premiação da Copa São Paulo de Juniores.


Ainda sobre esse caso, Marin afirmou que: "Foi uma cortesia da FPF. Isso é uma verdadeira piada".

Enfim, depois de anos e anos e anos, o “sapo” sai da “lagoa” mas ficam seus “girinos”. E agora? Algo muda?

Provavelmente só mudará o nome responsável pela indignação do povo, porque a alegria dos dirigentes de clubes e federações continua a mesma. Continuarão tendo seus interesses defendidos por pessoas da mesma estirpe.

Quando falamos de futebol brasileiro, seja ele masculino ou feminino, sabemos que ambos estão muito abaixo do que de fato podem render. O feminino então é o mais atrasado.

Isso acontece porque não temos profissionais interessados de fato no desenvolvimento da modalidade FUTEBOL. Se alguém se ofender lendo isso, engula à seco e MOSTRE QUE EU E MILHARES DE BRASILEIROS ESTAMOS ERRADOS.

Até hoje isso não foi feito e não sabemos se ou quando será!


Agora vamos esperar se algo vai realmente mudar pra melhor e como eu disse na empresa na qual eu trabalhava em certa ocasião, “se ninguém tem coragem de falar pro diretor deste da empresa que as coisas não funcionarão como ele quer, mas se fizermos diferente o negócio dará resultado, digam a ele onde eu sento e coloquem ele lá na minha mesa que falo eu”.

O que deve ser feito pra modalidade crescer muitos sabe e se resume em uma frase: “Tratar o desporto como negócio e com profissionalismo”!


A CBV (confederação brasileira de vôlei) assim o faz e DÁ CERTO!

Na verdade, no caso do futebol, ele até é tratado como um negócio, mas um negócio de interesse dos dirigentes, que só querem ganhar, lucrar e não se preocupam o desenvolvimento da modalidade. Ta entrando dinheiro no bolso? Então está bom!

O problema do desporto (no geral) não está nas desculpas de falta de visibilidade, mídia, exposição, preconceito da torcida. O problema está na falta de conduta profissional à frente dos clubes, federações e confederações!

Teixeira podia achar difícil presidir uma paixão nacional, conforme citou em sua carta, mas como gestor não poderia ver esta dessa forma. Como gestor a paixão deve ser deixada de lado e o desporto deve ser gerido como uma empresa, metas, objetivos, resultados, prestação de contas, investimento para o desenvolvimento e solidificação, visão e ação global e não apenas parcial. Amizades podem existir no trabalho, mas não podem ser mais fortes que o profissionalismo, e assim, as coisas vão pra frente.

Se na CBF não foi pra frente até hoje, por que será? Será que agora vão dar vez ao futebol feminino? Será que haverá um planejamento para tanto o masculino quanto o feminino chegarem na primeira posição do ranking FIFA e se manterem lá?
O futebol, masculino e feminino, já passou da hora de ser administrado como se deve e infelizmente, apesar da queda de Teixeira, talvez ainda não vai ser agora. Torço para eu estar errado!

Conforme falei na rede social twitter:  é a "teta" de uma "vaca gorda e leiteira".Todos querem "mamar" e e$$e leite $ão o$ milhõe$ e benefício$ que correm por fora!"


E vocês, o que acham sobre a queda de Ricardo Teixeira? O que muda? Será que muda? Quero saber a opinião de vocês também!

Grande abraço a todos e uma boa tarde!

sexta-feira, 9 de março de 2012

#FutebolFeminino e #Gestão: O que eu falei nesta sexta feira no twitter

O que eu falei nesta sexta feira no twitter:

@Edu_Pontes
É incrível como muitos times de #FutebolFeminino não tem uma pessoa pra sentar com a atleta e conversar sobre potencial,trabalho,esforço, pra dar dicas, aconselhar, ter uma conversa sincera sobre o potencial daquele atleta e o que ela pode melhorar! #Gerenciamentodecarreira

O pouco que converso com algumas atletas fica cada vez mais visível essa carência. Tem muito "profissional" que não se preocupa com atleta.

Não existe foco e trabalho realmente sério na base de muitos clubes.A formação de atletas deixa a desejar tanto no técnico quanto no social!

A conversa com o atleta ou a atleta de base é fundamental para sua formação. Todo clube deveria se preocupar com isso! Mas infelizmente nos clubes as pessoas se preocupam em aparecer, se meter no trabalho alheio, crescer apontando erros do outro, e o(a) atleta, assim como a modalidade, são os que mais sofrem nesse caminho! Falta profissionalismo, e muito, quando falamos de futebol!

quarta-feira, 7 de março de 2012

Twitter: O que falei nesta terça sobre gestão e futebol feminino


Aqui consta o que de mais importante foi falado por mim no twitter durante esta terça-feira. Espero que gostem e comentem!

Twitter: @Edu_Pontes

A gestão do #Futebol no Brasil é tão ruim que mesmo o tão falado "futebol masculino" está absurdamente abaixo de sua capacidade!

Infelizmente os dirigentes pensam apenas no dinheiro e não no desenvolvimento da modalidade. A ganancia do homem prejudica o esporte! 

Por essa preocupação apenas com seus bolsos e com o ego, que o futebol deixa a desejar. E incluo o #FutebolFeminino nesse contexto!

Se trabalhassem e ganhassem o que lhes é de direito, dirigentes viveriam super bem!Mas eles querem apenas mais dinheiro e ñ se preocupam com o esporte 

No #FutebolFeminino, outro problema é o ego!Os pseudo profissionais do ramo querem apenas mostrar pros outros que são melhores e assim nem os seus deveres eles fazem direito! Quem paga são as atletas e a modalidade que sofre com a falta de profissionalismo!

Clubes poderiam ter grande estrutura no #FutebolFeminino mas não a têm exatamente por conta dos "donos da verdade" q querem ser centro das atenções! 

E o problema não é apenas no #FutebolFeminino. Problemas como este ocorrem em todas as modalidades! Vivemos cercados de maus profissionais! 

Apesar do peso de ter um diploma muitas pessoas os tem apenas para enfeite, pois estudaram,se especializaram mas não parecem ter feito! 

De nada adianta ter um diploma se aquela não for realmente a profissão para a qual você realmente tiver nascido! Faça sempre O QUE VC GOSTA! 

Diretor de #FutFeminino recusar um patrocínio de 80mil/mês pq não "reconhece autoridade" da pessoa que levou patrocínio pro clube!#Absursdo

São coisas como essa e pessoas como essa que dificultam a situação da modalidade! Coisas assim acontecem em muitos clubes sem comando!