Translate

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Quem trabalha com esporte deve ir além do que sua função "exige"

É incrível ver no futebol feminino, pessoas que ainda pensam apenas em si!

Este, talvez, seja um dos principais motivos para que a modalidade continue estagnada como vemos há anos.

As jogadoras não pensam em grupo. Geralmente pesam apenas seus problemas para a tomada de decisões e se acham a ponta mais fraca da corda, sem se dar conta de que, na realidade, a desunida categoria é a ponta mais resistente deste "mundo da modalidade" (porém, apesar de estar no contexto, é assunto para um outro texto).

Entramos então no quesito "profissionais": Técnicos, preparadores, auxiliares, dirigentes e afins, que pensam apenas em fazer o seu papel e nada mais.

Se eu sou o técnico, meu trabalho se resume dentro de campo, e assim sucessivamente com os demais elementos e suas funções.

Em toda e qualquer modalidade, os profissionais envolvidos são como donos de uma grande festa em que, se passar e ver o chão sujo, apesar de estar gastando dinheiro com um buffet, este dono pega um pano e limpa o chão, afinal ele quer ver a festa acontecer da melhor maneira possível com os convidados satisfeitos.

Assim deveria ser, mas na prática isto ainda está longe de acontecer.

Muitos profissionais se preocupam apenas em acariciar seu ego com títulos para poder dizer que ele conquistou quando, na verdade, o mérito é, principalmente, das atletas.

E outra, além do trabalho dentro de campo, ou do recinto ao qual compete a função do indivíduo dentro do futebol feminino, ele precisa ser ético, ter boa conduta e servir de exemplo também quando está presente como pessoa e não mais como o tal profissional.

Este seria o perfil, digamos que, ideal. Mas sabemos que é muitíssimo difícil encontrar pessoas que consigam ser éticas, tenham boa conduta, sejam pessoas respeitáveis, bem como profissionais exemplares.

É comum vermos o inverso disso e, sinceramente, pessoas sem estas qualidades básicas e que acabam prejudicando o desporto com suas atitudes e limitações de caráter, deveriam ser banidas da modalidade, seja no futebol feminino, no basquete, no vôlei, no judô, na natação, no atletismo, esgrima, ginastica e afins.É incrível ver no futebol feminino, pessoas que ainda pensam apenas em si!

Este, talvez, seja um dos principais motivos para que a modalidade continue estagnada como vemos há anos.

As jogadoras não pensam em grupo. Geralmente pesam apenas seus problemas para a tomada de decisões e se acham a ponta mais fraca da corda, sem se dar conta de que, na realidade, são a ponta mais resistente deste "mundo particular da modalidade".

Ai entramos nos "profissionais". Técnicos, preparadores, auxiliares, dirigentes e afins, que pensam apenas em fazer o seu papel e nada mais.

Se eu sou o técnico, meu trabalho se resume dentro de campo, e assim sucessivamente com os demais elementos e suas funções.

Em toda e qualquer modalidade, os profissionais envolvidos são como donos de uma grande festa em que, se passar e ver o chão sujo, apesar de estar gastando dinheiro com um buffet, este dono pega um pano e limpa o chão, afinal ele quer ver a festa acontecer da melhor maneira possível com os convidados satisfeitos.

Assim deveria ser, mas na prática isto ainda está longe de acontecer.

Muitos profissionais se preocupam apenas em acariciar seu ego com títulos para poder dizer que ele conquistou quando, na verdade, o mérito é, principalmente, das atletas.

E outra, além do trabalho dentro de campo, ou do recinto ao qual compete a função do indivíduo dentro do futebol feminino, ele precisa ser ético, ter boa conduta e servir de exemplo também quando está presente como pessoa e não mais como o tal profissional.

Este seria o perfil, digamos que, ideal. Mas sabemos que é muitíssimo difícil encontrar pessoas que consigam ser éticas, tenham boa conduta, sejam pessoas respeitáveis, bem como profissionais exemplares.

É comum vermos o inverso disso e, sinceramente, pessoas sem estas qualidades básicas e que acabam prejudicando o desporto com suas atitudes e limitações de caráter, deveriam ser banidas da modalidade, seja no basquete, no vôlei, no judô, na natação, no atletismo, esgrima, ginastica, ou no FUTEBOL FEMININO.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Destaque no Brasil: Andrea Peralta e Yoreli Rincon



Destaques na seleção da Colômbia e nomes quase certos na convocação para as Olimpíadas de Londres, as atletas Andrea Peralta e Yoreli Rincon treinam forte para alcançar seus objetivos: Ir a Londres.


As jogadoras colombianas tem sido destaque nos treinamentos, surpreendendo comissão técnica e também os torcedores de futebol feminino que acompanham os treinos.


Eu mesmo, Eduardo Pontes, acompanhei os treinamentos e é incrível como as jogadoras se completam. As melhores jogadas da equipe são sempre criadas pela lateral esquerda com a bola saindo dos pés de Yoreli para Peralta.

As jogadoras são a referência e pontos fortes do time para a disputa do maior campeonato de futebol feminino do Brasil, o Campeonato Paulista.

Vai ser lindo ver estas meninas jogos olímpicos de Londres e não se imagina hoje a Seleção da Colômbia sem estas duas estrelas.

Peneira para Goleiros - Botafogo FR.

Com novidades, Botafogo abre inscrições para seleção de novos talentos
Crédito da Arte: Pedro PadilhaCrédito da Arte: Pedro Padilha

Jefferson é goleiro da Seleção Brasileira e ídolo no Botafogo. Renan, Milton Raphael e Andrey trilham o mesmo caminho. O paredão alvinegro é referência nacional, e você pode se juntar a eles. Em ação conjunta do departamento de futebol profissional e da base, com apoio do marketing, o Botafogo abre as inscrições para o Processo de Seleção de Goleiros (PSG), com jovens nascidos entre 1994 e 2001. A peneira será realizada no dia 29 de abril, às9h, no Caio Martins.
A inscrição no PSG dá direito ao candidato de participar de uma palestra ministrada pelo goleiro Jefferson no dia 26 de abril, na sede de General Severiano, e também a assistir um treinamento dos goleiros da base no CT João Saldanha. Durante a palestra, haverá sorteios de brindes da linha de produtos pessoal de Jefferson, a Jeff Brasil.
"Ao mesmo tempo em que vamos valorizar o Jefferson e os goleiros da base, ativaremos a linha de produtos Jeff Brasil e buscaremos novos talentos. É uma integração perfeita entre marketing e futebol", afirmou Sidnei Loureiro, Gerente Geral da Base.
A peneira de goleiros é uma das ativações do Dia do Goleiro, ação realizada todos os anos no clube e que conta com forte integração entre os goleiros e técnicos do futebol profissional e da base.

Confira os documentos necessários para a inscrição e todos detalhes do processo:

- Exame médico liberando para a prática de atividade física.
- Cópia da certidão de nascimento.
- Cópia da identidade do responsável.
- O atleta (por ser menor de idade) não pode se inscrever sozinho. Somente com a presença de um responsável.
- Valor da inscrição: R$ 50
- Local de inscrição: Caio Martins e Marechal Hermes.
Informações: (21) 2611-2655 e 2451-6774
Obs: No ato da inscrição, o candidato será informado sobre dia e hora da sua peneira.

Calendário:
19/4: Início das inscrições
26/4: Palestra com Jefferson e treino dos goleiros da base
29/4: Peneira no Caio Martins, às 9h

domingo, 22 de abril de 2012

Gestão e Planejamento no Futebol Feminino: O Desporto visto como negócio



Boa quinta-feira a todos! Como muitos já sabem me chamo Eduardo Pontes e estou aqui toda quinta falando sobre futebol feminino.
Hoje irei abordar alguns aspectos da gestão e planejamento no futebol feminino e vamos começar tocando em na questão do trabalho do técnico de Seleção. Darei também exemplos de planejamento e de ações de marketing.
Técnico da Seleção deve ser técnico apenas da Seleção?
Na era Kleiton Lima houve grande questionamento pelo fato do técnico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino acumular a função de técnico pelo clube em que trabalhava paralelamente com o cargo de técnico da Seleção. Enquanto isso, no futebol masculino, este acúmulo de funções não acontecia.
O técnico da Seleção masculina, ao aceitar o cargo da CBF, abria mão do trabalho em seu clube e se focava no planejamento e trabalho com a camisa canarinho.
E o que é certo?Vou expor aqui minha visão global como gestor esportivo e em cima dessa questão, aos poucos, entrarei na gestão e planejamento da modalidade e a necessidade de ver o esporte como negócio.
Quando o técnico é convidado a se tornar o técnico da Seleção de seu país cabe a ele fazer duas escolhas: Aceitar ou declinar do convite.
Caso aceite o correto é abrir mão de um trabalho paralelo como técnico. Assim o profissional poderá fazer um planejamento e discuti-lo com a CBF. Traçar metas e objetivos, cronograma de trabalho e ainda dedicar-se à avaliação de atletas em equipes por todo território nacional e até fora dele.
O COMPROMETIMENTO é peça FUNDAMENTAL para que o trabalho seja bem conduzido e os resultados esperados, traçados durante o planejamento junto à confederação, sejam alcançados. Para que resultados sejam alcançados a dedicação exclusiva à Seleção deve ser adotada, até mesmo por questão de profissionalismo.
E o gestor?Um gestor visa resultados a curto, médio ou longo prazo.
Falando de futebol feminino, prefiro o planejamento de longo prazo. Mas independente do prazo, disse e repito, é necessário COMPROMETIMENTO do profissional, seja ele técnico ou dirigente.
Código de ética e planejamento: 
Primeiramente devemos concordar que falta a várias modalidades desportivas no Brasil que sejam vistas por seus gestores com NEGÓCIO.
O esporte deve ser gerido como uma empresa e, obviamente, planejado como tal. Logo toda instituição Desportiva deve ter um CÓDIGO DE ÉTICA.
Código de ética é um instrumento que visa a realização dos princípios, visão e missão da empresa. Serve como ponto de orientação para deixar clara a posição da empresa perante seus diferentes públicos. Seu conteúdo deve ser refletido nas atitudes das pessoas tendo apoio na administração da entidade que deve ser respeitado e vivenciado tanto pelo empregado mais antigo quanto pelo mais novo contratado mostrando o que deseja fazer e o que espera de cada um dos funcionários.
E o planejamento?
Em uma confederação (e também em clubes) deve existir um planejamento bem definido, de longo prazo, sucinto, onde qualquer técnico, preparador e até mesmo um novo diretor que assuma por algum motivo no meio da caminhada, seja capaz de compreender os objetivos e tocar o negócio dali em diante. Tudo deve estar bem definido em todo organograma da entidade e as responsabilidades de cada área bem dividida e atribuída (Diretoria de Seleções, Marketing, Financeira, Competições, etc.).
O planejamento deve ser realizado desde a base até a equipe principal e deve envolver todos os aspectos da gestão e marketing.
Deve ser organizado um calendário com todas as competições a serem realizadas nas equipes sub-15, sub-17, sub-20 e adulta. Posteriormente deve-se definir como será a preparação de cada categoria no decorrer do ano.
EXEMPLO: Veja como eu faria o planejamento básico da confederação para a Seleção de Futebol Feminino na temporada 2012 atentando as observações. (descrição apenas do primeiro ano de planejamento)
ANO -2012:
  • Quantos e de onde são os clubes de futebol trabalham com cada categoria;
  • Quantas jogadoras estão em transição entre as categorias;
  • Calendário de competições nacionais, regionais e estaduais de cada categoria;
  • Como serão observadas as jogadoras, quando e quem será o olheiro;
  • Datas das competições oficiais da Seleção;
  • Melhores datas para amistosos;
  • Locais dos amistosos; *
  • Criação de página personalizada para o futebol feminino dentro do site da confederação contendo todos os dados citados acima e com notícias constantemente atualizadas sobre clínicas de futebol e afins;
  • Tempo necessário e datas de preparação de cada categoria na Granja Comary;
  • Datas das convocações para amistosos;
  • Datas das convocações para competições oficiais;
  • Metas de cada Seleção por categoria, competições e definição de premiação individual e/ou coletiva da comissão técnica;
  • Criação de clínicas de técnicos para aperfeiçoamento técnico e tático (e observação);
  • Data e local onde serão realizadas as clínicas;**
  • Avaliação de desempenho dos técnicos e comissão técnica, batimento de metas da comissão técnica de cada categoria de acordo com o plano de negócios. (Verificar a necessidade de manter o cronograma ou realizar correções no planejamento);
  • Análise de desempenho anual das atletas convocadas (pontos fortes, fracos, o que pode melhorar). FIM DE TEMPORADA
*QUANTO AOS LOCAIS DOS AMISTOSOS: Quando em território nacional a Seleção irá visitar pelo menos uma escola das proximidades de onde será realizado o amistoso no intuito de disseminar a imagem do futebol feminino nas escolas. Haverá entrega de brindes nas escolas (tipo de brindes a serem definidos com o marketing) e matéria para a página personalizada da modalidade;
** QUANTO ÀS CLÍNICAS PARA TÉCNICOS FUTEBOL FEMININO: Clínicas para formação, aperfeiçoamento e observação te técnicos de futebol realizadas em conjunto com as federações certificada pela CBF;
O ideal de um planejamento de longo prazo é que ele tenha um prazo estipulado de 4 a 5 anos, seja ele no clube ou na confederação.
Com um planejamento parecido com este que demonstrei a entidade consegue definir claramente datas e ações de marketing que podem ser adotadas.
  • No caso do clube (se este já tem equipe sub-17, sub-20 e adulto), a partir do 1° ano de projeto deve ser criada ou melhorada sua página oficial;
  • No 2° ano o clube pode criar sua escolinha de futebol feminino;
  • A partir do 3° ano é possível expandir e até transformar a escolinha em franquia dentro do bairro, cidade ou estado. Pode ser criada também uma loja física e uma loja virtual vendendo produtos da equipe;
  • No 4° ano é possível criar competições entre as escolinhas/franquias com nome e marca dos patrocinadores. O clube pode (e deve) ainda desenvolver um canal de transmissão dos jogos da sua equipe dentro da página oficial do clube;
  • No 5° ano o projeto deve ser analisado e devem ser planejados mais 5 anos de planejamento. Em 5 anos o clube terá, pelo menos, triplicado sua receita, conquistado novos patrocinadores, ter sido campeão de no mínimo 3 campeonatos estaduais, 2 Copas do Brasil e 1 Copa Libertadores, sem contar o fato de virar referência na formação de atletas, convocações e transações internacionais na transferência de atletas.
No caso de um clube que esteja montando sua base o planejamento é ainda bem parecido, mas deve começar pelo planejamento de uma equipe sub-17 e adulta (por exemplo) bem como toda estrutura física existem ou não. Avaliação externa das ameaças e oportunidades, avaliação interna forças e fraquezas da instituição, criação da estratégia, avaliação e implementação da estratégia.
Não é difícil, basta querer! Dá retorno e pode ser muito lucrativo!
Este é um assunto bem longo, mas creio que a exemplificação no decorrer do texto tenha possibilitado a muitos ter novas ideias de planejamento e ações de marketing no futebol feminino.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Isso é Amar Futebol Feminino!


Eu não ganho um centavo com Futebol feminino (Assim como a Lu Castro e muitos outros também não).

Mas não posso deixar de lutar quando vejo guerrinha de egos, soberba, pessoas que se vangloriam de posição e status.

Não posso abandonar a luta quando eu sei que na ponta dessa corda, jogadoras sofrem porque esses pseudo "profissionais do esporte" não se preocupam com elas. Pelo contrário! MENTEM, ENGANAM, AGEM DE MÁ FÉ!

Não luto por dinheiro! Luto por pessoas, sonhos, ideais! Luto por uma modalidade e sei que ELA VENCERÁ!

O dinheiro não paga a minha consciência tranquila de que faço o melhor a cada dia! Que me empenho por algo que vale a pena, sem esperar nada em troca!

Isso é AMAR O ESPORTE! AMAR O FUTEBOL FEMININO!

domingo, 8 de abril de 2012

Tijuca Tênis clubes se classifica para os playoffs do NBB

A equipe carioca se classificou após o Minas Tênis Clube perder as duas partidas que ainda tinha a disputar.

O time tijucano estava "de secador ligado" para poder estar entre as 8 equipes que passam à próxima fase do NBB e a tática deu certo.

Maiores informações, acesse: www.liganacionaldebasquete.com.br

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Só falta 1: Minas perde para o Brasília e Tijuca fica mais perto dos Playoffs

O Tijuca Tênis Clube saiu do clássico carioca contra o Flamengo no NBB com a derrota por 83 x 76, mais com esperanças de passar a próxima fase.

Para o time tijucano ir aos playoffs na sua primeira participação no Novo Basquete Brasil a equipe depende de resultados. O time vermelho e branco carioca "torce" por duas derrotas da equipe do Minas Tênis Clube, que tem dois jogos a menos.

Na manhã dessa sexta-feira Santa, as preces do debutante carioca começaram a ser ouvidas.

No confronto entre Brasília e Minas, o time do distrito federal se deu melhor e ganhou a partida por 87 x 76.

Agora o Minas enfrenta o Bauru, sétimo colocado na tabela e já classificado, fora de casa, no dia 08 às 11hs.

Os tijucanos estão de "secador ligado", secando a equipe do Minas para poder prosseguir na competição e fazer história no seu ano de estréia no NBB.


Tijuca, comandado por Miguel Angelo da Luz, ligado no próximo jogo do Minas. Derrota mineira garante equipe carioca nos playoffs. (foto: Divulgação Tijuca TC)

Rio de Janeiro recebe programa de ensino em gestão e marketing esportivo TREVISAN


A partir de 14 de abril, a Trevisan Escola de Negócios – unidade Rio de Janeiro – oferecerá o curso de extensão Gestão Aplicada ao Esporte, em formato semi-presencial. As inscrições estãoabertas. Informações pelo portal www.trevisan.edu.br, pelo e-mail educacaoexecutiva@trevisan.edu.br ou pelo telefone (21) 2223-0863.

Em São Paulo e Rio de Janeiro, a instituição já mantém cursos regulares de MBA em Gestão e Marketing Esportivo, em parceria com a Brunoro Sports Business e com a CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), respectivamente.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Futebol Feminino: XV de Piracicaba se prepara para o Campeonato Paulista


http://www.futebolinterior.com.br

Futebol Feminino: XV de Piracicaba se prepara para o Campeonato Paulista

Time feminino do XV realiza seus trabalhos nas cidades de Rio das Pedras

Recheado de grandes nomes, o elenco quinzista espera conquistar o título de principal time do País, após o encerramento das atividades do Santos na categoria.
Experiente e gabaritado, o técnico Marcelo Frigério comandou a Seleção de Guiné Equatorial, no último Mundial da categoria realizado, na Alemanha. O treinador acredita na força do elenco formado e na qualidade técnica de suas atletas para a disputa da principal competição Estadual de futebol feminino do Brasil.
“Completamos o primeiro mês do ciclo de cinco semanas pré-estabelecidas conforme planejamento elaborado para este tipo de disputa, com o encerramento da fase básica, já estamos iniciando a fase específica para intensificar ainda mais os trabalhos até a estreia do Campeonato Paulista”, explicou o técnico Marcelo Frigério, sobre a preparação das Quinzetes.
Frigério também destacou os planos do time do interior para esta temporada e aposta em bons resultados.
“A nossa expectativa é a de brigarmos por todas as competições que vamos disputar, até por que temos como objetivo maior garantir uma vaga na próxima edição da Copa do Brasil e também sediar a Copa Libertadores, que seria um marco para a cidade de Piracicaba”, declarou o treinador.
Além dos objetivos traçados e a preparação do elenco, ele destacou a qualidade das atletas.
“O nosso elenco possui jogadoras jovens e versáteis, além daquelas que já carregam alguma bagagem e podem transmitir as demais suas experiências, sem contar nas atletas de expressão que temos no grupo, e, acredito que isso possa ser um fator decisivo ao longo das competições”, finalizou Marcelo Frigério.
O time de futebol feminino do XV de Piracicaba alterna suas atividades de preparação para o Campeonato Paulista entre as cidades de Piracicaba e Rio das Pedras, onde conta com o apoio das duas Prefeituras..
Antônio Boaventura - www.clubedoesporteweb.com.br