Pular para o conteúdo principal

O futebol brasileiro está preparado para as Olimpíadas de Londres?


Eu acho que qualidade técnica nós temos, mas ainda faltam algumas coisas. 


Tanto no masculino quanto no feminino, alguns atletas exploram demais o individualismo. Não que não seja importante se aproveitar da habilidade técnica de nossos jogadores e jogadoras, mas o importante é utilizar este diferencial no momento correto.


Acho que falta tocar mais a bola, ler melhor as oportunidades de passe, lançamentos e finalizações. 

Tenho notado a falta, principalmente, de "inteligência/visão" em alguns momentos das partidas. Temos a oportunidade de finalizar de longa e média distância, afinal temos atletas que finalizam muito bem, mas tanto a equipe masculina quanto a feminina, geralmente carrega a bola, até entrar ou tentar entrar na área adversária com bola e tudo!


Existe a hora de tocar e entrar com a bola na área adversária fazendo o famoso "um-dois", mas existe a hora de não tocar e chutar à meta adversária. O ideal é mesclar essas oportunidades!


Outro quesito muito importante e que tem sido motivo de comentários negativos, principalmente no futebol masculino, é a quantidade de erros de fundamentos. Se queremos fazer bonito no futebol mundial, temos que dominar o básico.

Mas voltando a falar de Seleções Brasileiras Olímpicas, acredito que temos condição de fazer bonito, mas há muito o que trabalhar


Eu amo o futebol arte, o drible, a finta que deixa o adversário sem ação, mas entre um futebol bonito de se ver e um futebol simples e objetivo em busca da medalha, prefiro fazer o simples! Até porque não temos visto um futebol tão objetivo nos últimos anos, onde a maioria dos dribles são feitos para trás e pro lado, ao invés de pra frente.


O futebol vistoso muito me interessa, desde que tenha qualidade e seja objetivo, e pra isso precisamos mudar o modelo de preparação e o modo de ver o futebol no Brasil e isso precisa ser refeito desde a formação de atletas (base) para assim o ex "país do futebol" voltar ou alcançar (masculino e feminino, respectivamente) o topo do mundo na modalidade, precisamos fazer algo diferente do que vem sendo feito nos últimos anos.

Comentários

  1. Isso tdo que vc diz e oque a selecao espanhola hoje em dia esta mostrando ao mundo! Um futebol objetivo onde nao existe um jogador para fazer a diferenca, todos fazem essa diferenca comecando pelo goleiro! Brasil acorde nao somos mais o pais do futebol e se um dia quisermos voltar a ser, tenhamos a humildade de recorrer a estudar novos metodos de treinamentos e jogos! Parabens Edu!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, opinião, dúvida ou sugestão! Um abraço, Edu Pontes!