Pular para o conteúdo principal

E o juiz apita o fim do jogo: Este blog chegou ao fim.

Futebol Feminino: A evolução não é impossível, apenas dá trabalho!


Dizem que o futebol feminino é algo que não está na cultura do Brasileiro!

Sinceramente, acho uma bobagem dizer isto, afinal há alguns anos ninguém dava atenção para uma copa de juniores como se dá hoje em dia, por exemplo.

A cultura é mudada a partir do momento que se acredita numa idéia e trabalha para transformá-la em realidade!

Com o vôlei foi assim, então por que com o futebol feminino não seria?

O maior problema é a falta de querer mudar que temos vinda daqueles que deveriam querer ver o FUTEBOL evoluir, sem pensar no gênero masculino ou feminino!

Como pode-se afirmar que algo não daria certo se quem deveria nunca tentou fazer, e também não tem interesse que façam?

Será que existe o medo de ver o futebol feminino se tornar mais família e mais atrativo do que o "poderoso" (e decadente) futebol masculino, ou de simplesmente crescer?

Tenho convicção de que se investirem no futebol feminino, ele vai alcançar patamares jamais imaginados! Claro que a mudança necessita vir desde a base, passando pela preparação, avaliação e escolha dos profissionais, organização e planificação, definição de objetivos, etc.

A evolução não é impossível, apenas dá trabalho, assim como tudo na vida! 

Não se constrói uma casa apenas com o pensamento e olhando para as ferramentas e materiais de construção à espera de que eles se movam! Você tem que ir lá, cavar a fundação, encher com concreto, deixar o alicerce pronto para levantar as vigas, as paredes, a laje, colocar o telhado e depois você vai arrumando as janelas, a porta, as instalações elétricas, os pisos, etc, até a casa ficar pronta!

É necessário respeitar fases, seguir o processo e depois ir dando os retoques finais, lidando com os imprevistos, com uma coisinha aqui e outra ali que você vai melhorando aos poucos! A casa não fica pronta de uma hora para a outra!

A NBA, o Vôlei Brasileiro, o Futebol bonito e bem jogado do Barcelona... nenhuma destas coisas aconteceu do dia para a noite, mas aconteceu porque tiveram pessoas dispostas a fazer dar certo, a investir na ideia, avaliar, reavaliar e chegar até onde eles queriam!

E baseado nisso e pelo que vejo de interesse que hoje existe no brasil por atletas e por pessoas, o futebol feminino tem tudo pra ir em frente e crescer, porque existem pessoas interessadas em fazer dar certo! Existem pessoas interessadas em atrapalhar? Eita, como tem! Mas não tem problema, quando existe foco e força de vontade a dificuldade se transforma em combustível para seguir em frente com mais vontade e mais dedicação do que quando se começou.

Esperança na mudança! Mais que isso: CRENÇA de que ela virá! Mas lembrem-se: Nada muda da noite para o dia!

Não falo por uma instituição, um órgão ou por pessoas... falo pelo que eu vejo, pelo que eu acredito, pelo que eu penso e pelo que eu vou lutar! Ah, e como vou! Falo por mim e tomo a liberdade de falar por uma modalidade, por milhares de mulheres de todas as raças, classes, crenças e credos. EU ACREDITO! 

E é assim que eu acordo todos os dias, agradecendo a Deus por poder ter mais um dia para passar a vocês o que eu sinto e o que eu penso, e poder fazer algo, por mais que seja pouco, mas que de alguma forma ajude no que eu acredito: O Futebol Feminino.

O humanidade não acreditava na invenção do telefone, não acreditava que um dia o homem poderiam pisar na lua, viajar pelo espaço e até duvidava-se de que seria possível falar em vídeo conferência com uma pessoa a milhares de quilômetros de distância de você. 

E tudo isso foi e hoje é possível, não é? E assim como tudo isso se tornou real,  o futebol feminino também alcançará o espaço e lugar que merece! 

E aí, para desespero de uns e alegrias de muitos, nunca mais sairá de lá! 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O futebol feminino parou, mais uma vez, o país do futebol masculino

Sexta-feira, dia 12 de agosto de 2016. 
Às 22 horas, a Seleção Brasileira de Futebol Feminino entraria em campo já sabendo que as seleções de França e EUA foram eliminadas por equipes consideradas azarões.
O Brasil, começou a tarde desta sexta sabendo que, caso passasse da seleção da Austrália, encararia o vencedor de EUA x Suécia. Logo, saber que a seleção americana havia sido eliminada e não teria a chance de ser nosso algoz nas semifinais já era um peso a menos nas costas de nossas atletas.
Iniciado às 22 horas, o jogo contra a Austrália foi uma mistura de tensão e responsabilidade, fatores que aparentemente pesaram muito e que geraram um nervosismo a cada minuto que se passava e a bola não entrava para que o placar ficasse à nosso favor.
No tempo normal, nada de gols. Então que venha a prorrogação!
Ela veio, com mais nervosismo e tensão ainda. Vale destacar que precisamos clonar a Formiga, pois essa jogadora é fora de série e ninguém joga como ela.
O jogo foi rolando, brasileiros…

Tabu ALTURA - Preconceito com goleiros e goleiras ou falta de visão?

Um tema tem sido frequentemente abordado no futebol, tanto no masculino quanto no feminino: Estatura dos goleiros.
Tem sido uma prática comum clubes dispensarem ou não darem a devida atenção a goleiros e goleiras considerados "baixos" para a posição sem que ao menos sejam analisadas algumas características que muitos destes possuem, mas que precisam ser trabalhadas. Um goleiro de 16 anos e 1,79m é considerado pequeno, assim como uma goleira que tem 18 anos e 1,70m por exemplo! E isso acontece com atletas de menor idade, como exigências de clubes de que goleiros devem ter 1,80m ou 1,90m com 13 anos!

E qual seria o problema: 
Preguiça associada a busca de um jogador ou jogadora prontos para o clube ganhar dinheiro "sem ter trabalho"? 
Ou a intromissão de cartolas que mal entendem sobre futebol e estão preocupados apenas com seus bolsos e seguem assim padrões de escolas internacionais, e por pouca inteligência neste quesito, perdem profissionais (goleiros e goleiras) q…

Pra chegar onde ninguém chegou é preciso fazer coisas que ninguém fez!

Pra chegar onde ninguém chegou é preciso fazer coisas que ninguém fez!

É preciso acreditar em você em seu sonho! É necessário ter foco!
O que diferencia o vencedor do perdedor é que o vencedor decidiu seguir em frente mesmo quando a vida lhe bateu com força e pareceu até lhe faltar chão. O vencedor caiu e levantou quantas vezes foi necessário e acreditou no seu potencial mesmo quando ninguém acreditava em seus objetivos.
É preciso saber onde se quer chegar e o que é preciso fazer para chegar até lá. 
O caminho não é fácil! A trajetória é cheia de obstáculos, mas é preciso seguir em frente, fazer ajustes no seu planejamento de como chegar até lá, mas nunca mudar seu foco. 
Eu sei o que quero, sei onde quero chegar e sei o que preciso fazer pra alcançar meus sonhos. 
As vezes é preciso estar acordado enquanto os demais dormem, é estar em casa estudando, indo a eventos e se atualizando enquanto muitos estão em festas e curtindo o fim de semana. É preciso abrir mão de muitas coisas para i…