Pular para o conteúdo principal

FUTEBOL FEMININO - O futuro da modalidade é como o desejo de chegar em uma final


A modalidade tem problemas que vem de sua administradora nacional para baixo, e outras questões que vão dos profissionais e clubes pra cima.


Mudar quem administra ou sua forma de administrar só é possível se a conduta dos profissionais e demais envolvidos lá em baixo mudar. Falta união dos profissionais que geralmente se preocupam somente com eles mesmos e deixam, por muitas vezes, de pensar na moralidade como um todo.

Como me disseram outro dia, se tem alguém no topo de uma árvore comendo os melhores frutos e não deixa outras pessoas comerem estes bons frutos, é necessário balançar a árvore até que essa pessoa caia ou peça pra parar para não cair de lá de cima. Mas pra isso é preciso de união pra balançar a árvore! 

Enquanto não houver uma real união, postura mais profissional dos envolvidos e cobranças abertas por melhorias, você não vai incomodar quem está lá em cima sem fazer nada por quem está lá em baixo.

No futebol feminino é bem assim! É preciso mudar a postura e ser a mudança que queremos ver! Ou ao menos cobrar isso! 

Infelizmente cada uma pensa em si! Quer mudança, mas quando tem que agir mesmo, é cada um por si e Deus por todas!

O futuro da modalidade é como o desejo de chegar em uma final! Só acontece se você trabalhar duro e combater o adversário! Todo mundo sabe bem onde estão e quais são os "adversários" só falta coragem e vontade de lutar em prol daquilo que acreditam.

Não se ganha um jogo sem entrar em campo! Não se faz gol se não chutar na meta do adversário! Não se é campeão se você não fizer aquilo que sabe que precisa para superar o adversário!

Não se muda o futebol feminino sem se unir pra sacudir a árvore e tentar derrubar quem está lá em cima só se deliciando com as frutas.

Já passou da hora das pessoas colocarem a cabeça pra funcionar e o senso crítico pra analisar o que e quem é bom ou não pra modalidade, e quais as coisas que podem ser necessárias para fazer essa situação de 3 décadas mudar!

Comentários

  1. O que não adianta é quem tem que se juntar pra balançar a árvore ficar brigando pra ver quem vai comer os frutos antes mesmos deles caírem. Já deu de pensamentos e atos mesquinhos!
    Atletas, cuidem da forma, da técnica, da mente, da imagem, da educação, aprendam, se dediquem, pensem no coletivo, esqueçam as picuinhas...
    Dirigentes, estudem, planejem, administrem, respeitem, cuidem das atletas, cuidem do coletivo, não invejem a concorrência, aprendam com ela...
    E aí, balancem a árvore!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Carlinha! Não comentei até porque acho que isso é óbvio, mas é sempre bom lembrar que pra fazer as coisas tem que estar preparado pra fazer e saber fazer.

      Ainda mais no futebol feminino que muitos fazem aquilo que pensam ser bom, sem analisar nada, e geralmente só fazem o que é bom pra si e ponto.

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, opinião, dúvida ou sugestão! Um abraço, Edu Pontes!