Pular para o conteúdo principal

Marta se torna maior atleta da história do futebol, mas título não significa nada no Brasil

Futebol Brasileiro: No masculino e no feminino, o problema é a falta de profissionalismo

O futebol brasileiro, e que hoje vive de um passado glorioso, a meu ver está muito abaixo do que pode apresentar.

Acho que o grande problema da modalidade é que o atleta e o esporte em si são a última coisa na qual dirigentes, diretores e empresários pensam. O grande foco desse esporte hoje é GANHAR DINHEIRO, e não estou falando de receber seu salário e bonificações por um trabalho bem feito e por resultados alcançados, afinal isso parece até piada e se eu sentar em uma roda de pseudo profissionais do meio 90% deles vai rir da minha cara e vão pedir pra eu contar mais uma engraçada.

Por que clubes vivem endividados? - a resposta é bem simples! Os clubes vivem endividados porque contratam atletas a preço de ouro para que diretores das próprias instituições, dirigentes, técnicos e empresários tirem seu lucro em cima daquele valor, e o atleta acaba sendo o que fica com a menor fatia. Porque não são racionais e não aproveitam nem 20% da sua base, preferindo contratar jogadores de "peso" e salários que pesam de forma violenta na folha e balanço dos clubes.

Ah, mas o clube tal é um clube renomado, de história vitoriosa e PRECISA DE JOGADORES DE NOME E PESO no elenco. Tudo bem, eu até acho importante você ter bons atletas, jogadores com experiência para somar ao grupo em todos os sentidos, mas por que não definir um piso e um teto salarial nos clubes?

Aqui o minimo é X e o máximo é 5X. Se quiser ganhar mais, aqui está a tabela de METAS! Se o time chegar na final do estadual ganha um bônus assim, se chegar até essa fase da Copa do Brasil ganha um bônus assado, se chegar entre os 8 do Brasileiro ganha mais um bônus, e assim vai de acordo com a colocação em cada competição dentro das metas traçadas!

Outra coisa é o profissionalismo: Filho, quer jogar aqui no clube? Seu horário de entrada e saída é tal, você tem que cumprir a carga de treinos X. Indisciplina, atrasos e demais atos que prejudiquem o clubes (todos claros nas clausulas aditivas do contrato) são passíveis de DEMISSÃO POR JUSTA CAUSA! Se você não levar a sério, está na RUA! Simples assim, e o camarada demitido por justa causa ainda paga sua multa contratual!

Mas não vemos isso acontecer nos clubes, por quê? Simples! Porque tem gente demais querendo ganhar dinheiro às custas do operário! É, aquele que se arrebenta, que tem o talento e que parece um garoto que entrou no brejo e sai cheio de sangue-sugas pendurados pelo corpo querendo tirar um pouquinho de $angue do garoto!

E aí entramos no mérito do Futebol Feminino.... clubes não investem, dirigentes não apoiam, federações e outros não estão NEM AÍ PARA A MODALIDADE. E por que será?

Em alguns casos esse descaso com o futebol feminino é sim um problema cultural do indivíduo que pensa que mulher não poe jogar bola, mas para uma grande maioria o problema é que eles não veem como ganhar dinheiro em cima da modalidade e das atletas. Ganhar dinheiro em cima de futebol feminino só se o clube pegar o dinheiro que era destinado à modalidade e desviar para "investir" no masculino ou para encher o bolso de alguém aqui ou acolá... Relatos como esse não são incomuns e todo mundo sabe bem!

Ah, que isso, esse cara está falando besteira! 

Quem é do meio sabe como funciona, sabe o que acontece! Vai dizer que não tem clube aí que superfatura o valor de uma contratação para que todos os envolvidos ganhem um dinheirinho em cima? E no fim das contas você fica com um jogador com um nível de futebol que mereceria ganhar 10 mil por mês (o que já é MUITO DINHEIRO), mas apesar do baixo índice técnico o rapaz recebe 250 mil para errar passes de meio metro!

Entendam, não estou desmerecendo o atleta ou a modalidade! O profissional, se é que podemos chamar assim, tem que receber pelo seu trabalho, mas se é considerado profissional DEVE SER TRATADO E COBRADO COMO TAL.

Eu citei o futebol feminino porque todos sabem que é a minha área, é meu foco e é onde me dedico e é um ótimo exemplo no comparativo ao que acontece no "país do futebol". Será que existe tanta diferença entre o futebol masculino e o feminino no Brasil?

Talvez a estrutura, os salários, as regalias e claro o nível de futebol, porque tem muita mulher ganhando 500 reais por mês que joga mais que alguns marmanjos aí que recebem 50 mil. Mas tirando essa estrutura, a gestão em si é tão antiprofissional quanto!

Nosso futebol está evoluindo? PORCARIA NENHUMA!

O futebol só vai evoluir quando clubes e dirigentes forem realmente profissionais, se preocupem mais com o material humano e com a entidade que representam. Hoje a maioria só quer ganhar dinheiro e pronto! Que se dane o menino ou a menina que sonha em jogar! Se eu consigo ganhar dinheiro em cima, eu to colado, se não, saio fora!

É necessário um modelo de gestão que tenha piso e teto salarial PARA TODOS, metas a serem cumpridas, horários a serem cumpridos. Onde cada um responda por seus atos, ou pela falta deles, e que sejam bonificados por seus méritos, assim como que sejam demitidos por suas falhas. Se não trabalha bem, um abraço pra você! Olho da rua e passar bem! Alcançou metas? Bônus! Não está fazendo seu trabalho corretamente? Cuidado porque seu caminho provavelmente será a fila dos desempregados porque aqui você não trabalha!

Muita gente vai ler isso aqui e falar: QUE LOUCURA! E sei que dirigentes e outros irão ler isso aqui porque meu blog, facebook e twitter são mais observados que a casa do Big Brother, e esses também ficarão indignados! Mas não estou aqui falando asneiras! Só estou falando que é preciso PROFISSIONALISMO dentro do esporte, e muitos se doem simplesmente porque se as coisas no esporte fossem corretas ia ter muito empresário, dirigente, técnico, presidente, jogador e outros que dificilmente arrumariam ou ficariam tempo suficiente nos empregos se dependesse da forma como eles estão acostumados a agir hoje em dia!

O esporte no Brasil não evolui! O problema não é a falta de base, não é a falta de investimento, não é o mercado competitivo... o problema do futebol masculino, ASSIM COMO DO FEMININO e de tantas outras modalidades, é simplesmente A FALTA DE PROFISSIONALISMO e a gestão "a lá qualquer jeito" que é feito!

Ainda precisamos melhorar muito e principalmente precisamos começar a fazer uma mudança de comportamento e começar a fazer uma limpeza e renovação dessas pessoas que hoje são o grande problema do esporte brasileiro!

Mas como costumo dizer, só acho...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O futebol feminino parou, mais uma vez, o país do futebol masculino

Sexta-feira, dia 12 de agosto de 2016. 
Às 22 horas, a Seleção Brasileira de Futebol Feminino entraria em campo já sabendo que as seleções de França e EUA foram eliminadas por equipes consideradas azarões.
O Brasil, começou a tarde desta sexta sabendo que, caso passasse da seleção da Austrália, encararia o vencedor de EUA x Suécia. Logo, saber que a seleção americana havia sido eliminada e não teria a chance de ser nosso algoz nas semifinais já era um peso a menos nas costas de nossas atletas.
Iniciado às 22 horas, o jogo contra a Austrália foi uma mistura de tensão e responsabilidade, fatores que aparentemente pesaram muito e que geraram um nervosismo a cada minuto que se passava e a bola não entrava para que o placar ficasse à nosso favor.
No tempo normal, nada de gols. Então que venha a prorrogação!
Ela veio, com mais nervosismo e tensão ainda. Vale destacar que precisamos clonar a Formiga, pois essa jogadora é fora de série e ninguém joga como ela.
O jogo foi rolando, brasileiros…

Tabu ALTURA - Preconceito com goleiros e goleiras ou falta de visão?

Um tema tem sido frequentemente abordado no futebol, tanto no masculino quanto no feminino: Estatura dos goleiros.
Tem sido uma prática comum clubes dispensarem ou não darem a devida atenção a goleiros e goleiras considerados "baixos" para a posição sem que ao menos sejam analisadas algumas características que muitos destes possuem, mas que precisam ser trabalhadas. Um goleiro de 16 anos e 1,79m é considerado pequeno, assim como uma goleira que tem 18 anos e 1,70m por exemplo! E isso acontece com atletas de menor idade, como exigências de clubes de que goleiros devem ter 1,80m ou 1,90m com 13 anos!

E qual seria o problema: 
Preguiça associada a busca de um jogador ou jogadora prontos para o clube ganhar dinheiro "sem ter trabalho"? 
Ou a intromissão de cartolas que mal entendem sobre futebol e estão preocupados apenas com seus bolsos e seguem assim padrões de escolas internacionais, e por pouca inteligência neste quesito, perdem profissionais (goleiros e goleiras) q…

Pra chegar onde ninguém chegou é preciso fazer coisas que ninguém fez!

Pra chegar onde ninguém chegou é preciso fazer coisas que ninguém fez!

É preciso acreditar em você em seu sonho! É necessário ter foco!
O que diferencia o vencedor do perdedor é que o vencedor decidiu seguir em frente mesmo quando a vida lhe bateu com força e pareceu até lhe faltar chão. O vencedor caiu e levantou quantas vezes foi necessário e acreditou no seu potencial mesmo quando ninguém acreditava em seus objetivos.
É preciso saber onde se quer chegar e o que é preciso fazer para chegar até lá. 
O caminho não é fácil! A trajetória é cheia de obstáculos, mas é preciso seguir em frente, fazer ajustes no seu planejamento de como chegar até lá, mas nunca mudar seu foco. 
Eu sei o que quero, sei onde quero chegar e sei o que preciso fazer pra alcançar meus sonhos. 
As vezes é preciso estar acordado enquanto os demais dormem, é estar em casa estudando, indo a eventos e se atualizando enquanto muitos estão em festas e curtindo o fim de semana. É preciso abrir mão de muitas coisas para i…