Pular para o conteúdo principal

FUTEBOL: Goleiras e goleiros e o tabu altura

Eu já abordei este tema e vou falar novamente!


Muitas pessoas insistem em falar sobre a altura dos goleiros e goleiras e questionar isso. 

Mas o problema é a altura ou o fato de que tornar uma goleira ou goleiro de estatura mediana bom o suficiente para a posição dá trabalho? O problema é a altura ou a qualidade do trabalho que os profissionais desenvolvem com eles?

Quantos goleiros de estatura considerada pequena para a posição se destacaram no mundo?

Acredito que o problema não seja a altura, mas a falta de capacidade de muitos profissionais em entender que cada goleiro e goleira tem uma estrutura física e valências diferentes uma das outras. 

Eu não posso trabalhar goleiros de características diferentes de forma igual. Acredito que, apesar de não ser um profissional dessa área técnica, muito precisa mudar em relação a quem trabalha com isso.

O melhor preparador é aquele que tem a capacidade de identificar em um atleta suas características únicas e trabalhá-las para tornar este atleta o melhor possível, sem esquecer claro de identificar também suas deficiências e tentar ao máximo as corrigir.

Quantos profissionais dispensam atletas porque não sabem fazer uma leitura correta do atleta? Quantos se arrependem em ver aquele atleta que esteve "nas suas mãos" se destacando e se desenvolvendo porque um outro profissional enxergou aquilo que aquele não conseguiu ver?

Acho que muito antes de falar em altura de goleiros, os profissionais devem falar sobre suas posturas, condutas, formas de avaliação e treinamentos, bem como seus focos e busca de especialização na função.



Os preparadores brasileiros estão verdadeiramente preparados? Achar que se está preparado é uma coisa, estar preparado e sempre disposto a aprender mais (afinal é necessário para tentar ser realmente bom) é outra completamente diferente.

Comentários