Pular para o conteúdo principal

FUTEBOL FEMININO: Quem gerencia a modalidade?


Brasil - Temos atletas, temos talento, temos habilidade, mas é evidente que falta o essencial para qualquer modalidade crescer: GESTÃO.

Há décadas nada muda no futebol feminino, nem mesmo as desculpas esfarrapadas de quem deveria desenvolver o desporto no país.

Como o futebol masculino evolui, mas o futebol feminino continua praticamente na estaca zero? Difícil entender esta diferença uma vez que quem gerencia o futebol masculino é a mesma Confederação que cuida do feminino.

Em um país onde sua constituição diz que "homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações" é estranho ver que no futebol brasileiro homens e mulheres tem direitos  completamente diferentes.

Como justificar o não investimento no futebol feminino? É falta de mídia, é pela falta de espaço no Brasil?

Curiosamente outras modalidades esportivas crescem tanto no gênero masculino quanto no feminino graças a intervenção e planejamento de suas Entidades de Administração Desportivas (EADs) que são as suas Confederações. O Vôlei, Basquete e Judô são claros exemplos disso.

Se outros esportes conseguem quando a sua Confederação busca o melhor para as modalidades, o que estaria de fato acontecendo com o futebol brasileiro  para que só o futebol feminino não se desenvolva?

É preconceito? É má vontade? É por que dá trabalho? Qual a próxima desculpa?

Já está mais do que na hora das mulheres terem tratamento digno e uma modalidade estruturada para que se possa viver de futebol feminino.

Cada dia que passa e a situação não muda, matamos sonhos e enterramos futuros que poderiam ser brilhantes se tivessem o esporte como estrada rumo a algo melhor na vida dessas milhares de meninas que jogam futebol no Brasil.

Quem gerencia a modalidade?

Sinceramente não sabemos, porque por tudo que vemos a modalidade nunca teve gestão e continua sem tê-la.

Mas eu sei que esse quadro vai mudar. As opções hoje para quem "diz administrar" o futebol feminino são poucas e se resumem em: Ou muda, ou muda.

A mudança é uma questão de tempo, quer queiram ou não!

Comentários