Pular para o conteúdo principal

Marta se torna maior atleta da história do futebol, mas título não significa nada no Brasil

Agora é pra valer: Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino Caixa

Foto: Rafael Ribeiro/CBF
Na tarde desta segunda-feira (16) foi anunciado o Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino 2013. A competição terá início já na próxima quarta-feira (18) e terminará no dia 4 de dezembro.

A Caixa Econômica Federal e as Loterias Caixa investirão o valor de R$10 milhões na competição e terão o direito ao nome da competição, placas de publicidade e marca estampada em todos os uniformes das 20 equipes participantes.

A competição terá 20 equipes divididas em 4 grupos regionalizados onde todas as equipes jogaram entre si, realizando 4 jogos nesta fase de grupos, sendo 2 como mandante e 2 como visitante. Os 2 melhores classificados de cada grupo vão para a fase seguinte onde chaveamento definirá confrontos.

Ao todo devem ser cerca de 300 atletas em ação. Com o dinheiro do patrocínio da Caixa, os participantes vão ser custeados em suas despesas de transporte aéreo (deslocamento acima de 500 km) e terrestre em ônibus leito (deslocamento até 500 km), além de hospedagem e alimentação, quando da realização das partidas.

Os jogos serão realizados as quartas e domingos e terão transmissão da Fox Sports. A Band Sports transmitirá o VT do jogo da semana em 2 horários alternativos e a Band (TV aberta) irá apresentar os melhores momentos e um boletim semanal sobre a competição.

As equipes participantes da competição são:

GRUPO 1
GRUPO 2
GRUPO 3
GRUPO 4
Francana (SP)
Vasco (RJ)
Vitória (PE)
Tiradentes (PI)
Rio Preto (SP)
Ascoop (DF)
Caucaia (CE)
Viana (MA)
Duque de Caxias (RJ)
ADI Foz (PR)
S. Francisco (BA)
Tuna Luso (PA)
C. Olímpico (SP)
Kindermann (SC)
Mixto (MT)
Iranduba (AM)
América (SP)
São José (SP)
Botafogo (PB)
Pinheirense (PA)
               
Na primeira rodada que acontece nesta quarta, às 15 horas, teremos os confrontos: 

Francana x Rio Preto
Duque de Caxias X Centro Olímpico (Transmissão Fox Sports)
Asscoop x Vasco
Kindermann x ADI Foz
Vitória x Caucaia
São Francisco x Mixto 
Tiradentes x Viana
Tuna Luso x Iranduba 
(Horários podem sofrer alteração)

Outras medidas foram anunciadas pelo Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, como a realização em 2013 da Copa Brasil Escolar de Futebol Feminino sub-17 e destacou que "a luta agora é colocar o futebol feminino de volta nos Jogos Universitários e nos Jogos Escolares", pois é uma forma de valorizar o futebol feminino e popularizar o futebol feminino.

Foi confirmada também a realização da Copa Libertadores da América de Futebol Feminino, que acontecerá de 13 a 27 de outubro, em Foz do Iguaçu (PR) e que contará com recursos do Ministério do Esporte no valor de R$ 600 mil e de $500 mil da Conmebol.

O Ministro Aldo Rebelo também declarou já ter conversado com o Presidente da FIFA sobre o Brasil sediar a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019, mas que ainda é uma ideia.

Sobre a duração do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, este terá duração de cerca de 2 meses e meio, o que é considerado pouco, mas a Caixa Econômica e o Ministério do Esporte deixaram clara a intenção de que a competição seja maior no ano que vem e que de fato tenha sequencia por outras edições .

A atleta Cristiane, atacante da do Centro Olímpico, seleção e referência mundial no futebol feminino, esteve presente e destacou a importância da competição para a observação de novas atletas assim como para que atletas cheguem com mais qualidade até a Seleção – “Esperei por 13 anos por esse momento”.

A coordenadora de Futebol Feminino do Ministério do Esporte e ex-atleta da Seleção Brasileira, Michael Jackson, declarou "Hoje é um dia muito importante para o País, onde essa modalidade é tão sofrida. Espero que esse seja o primeiro passo para outras competições".

Também participaram do evento a coordenadora geral do Direito de Trabalho das Mulheres , Beatriz Gregory, o representante da Sport Promotion, Paulo Bastos, Tadeu Correia, Diretor de Futebol Feminino do Vasco, Treinador Galdino do Duque de Caxias, o técnico Arthur do Centro Olímpico e as seguintes jogadoras: Tania Maranhão, do Vasco da Gama, Taís, goleira do São José dos Campos, Valdinéia, capitã do Duque de Caxias, e Marisa Pires "Caju", ex-jogadora.

Luciane Castro, Regina Landy, Claudia Rodrigues e Eduardo Pontes do grupo de trabalho do Ministério do Esporte também esteve presente assim como Luciane, representante da Conmebol.

Esperamos que o Futebol Feminino Brasileiro seja mais valorizado pois hoje temos ex-atletas das primeiras seleções brasileiras de futebol feminino que estão hoje trabalhando duro em empregos humildes sem o menor reconhecimento. Elas são reflexo do valor que é dado no futebol feminino brasileiro nos dias atuais, pois assim como a modalidade estão esquecidas.

Agora vamos aguardar porque devem surgir mais novidades sobre o futebol feminino brasileiro em breve.

Comentários

  1. “Esperei por 13 anos por esse momento”. Arrepiou essas palavras .. Muita coisa se passou, muita luta e muito obstaculos e FINALMENTE a recompensa ! 16/09/2013

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, opinião, dúvida ou sugestão! Um abraço, Edu Pontes!

Postagens mais visitadas deste blog

O futebol feminino parou, mais uma vez, o país do futebol masculino

Sexta-feira, dia 12 de agosto de 2016. 
Às 22 horas, a Seleção Brasileira de Futebol Feminino entraria em campo já sabendo que as seleções de França e EUA foram eliminadas por equipes consideradas azarões.
O Brasil, começou a tarde desta sexta sabendo que, caso passasse da seleção da Austrália, encararia o vencedor de EUA x Suécia. Logo, saber que a seleção americana havia sido eliminada e não teria a chance de ser nosso algoz nas semifinais já era um peso a menos nas costas de nossas atletas.
Iniciado às 22 horas, o jogo contra a Austrália foi uma mistura de tensão e responsabilidade, fatores que aparentemente pesaram muito e que geraram um nervosismo a cada minuto que se passava e a bola não entrava para que o placar ficasse à nosso favor.
No tempo normal, nada de gols. Então que venha a prorrogação!
Ela veio, com mais nervosismo e tensão ainda. Vale destacar que precisamos clonar a Formiga, pois essa jogadora é fora de série e ninguém joga como ela.
O jogo foi rolando, brasileiros…

Tabu ALTURA - Preconceito com goleiros e goleiras ou falta de visão?

Um tema tem sido frequentemente abordado no futebol, tanto no masculino quanto no feminino: Estatura dos goleiros.
Tem sido uma prática comum clubes dispensarem ou não darem a devida atenção a goleiros e goleiras considerados "baixos" para a posição sem que ao menos sejam analisadas algumas características que muitos destes possuem, mas que precisam ser trabalhadas. Um goleiro de 16 anos e 1,79m é considerado pequeno, assim como uma goleira que tem 18 anos e 1,70m por exemplo! E isso acontece com atletas de menor idade, como exigências de clubes de que goleiros devem ter 1,80m ou 1,90m com 13 anos!

E qual seria o problema: 
Preguiça associada a busca de um jogador ou jogadora prontos para o clube ganhar dinheiro "sem ter trabalho"? 
Ou a intromissão de cartolas que mal entendem sobre futebol e estão preocupados apenas com seus bolsos e seguem assim padrões de escolas internacionais, e por pouca inteligência neste quesito, perdem profissionais (goleiros e goleiras) q…

Pra chegar onde ninguém chegou é preciso fazer coisas que ninguém fez!

Pra chegar onde ninguém chegou é preciso fazer coisas que ninguém fez!

É preciso acreditar em você em seu sonho! É necessário ter foco!
O que diferencia o vencedor do perdedor é que o vencedor decidiu seguir em frente mesmo quando a vida lhe bateu com força e pareceu até lhe faltar chão. O vencedor caiu e levantou quantas vezes foi necessário e acreditou no seu potencial mesmo quando ninguém acreditava em seus objetivos.
É preciso saber onde se quer chegar e o que é preciso fazer para chegar até lá. 
O caminho não é fácil! A trajetória é cheia de obstáculos, mas é preciso seguir em frente, fazer ajustes no seu planejamento de como chegar até lá, mas nunca mudar seu foco. 
Eu sei o que quero, sei onde quero chegar e sei o que preciso fazer pra alcançar meus sonhos. 
As vezes é preciso estar acordado enquanto os demais dormem, é estar em casa estudando, indo a eventos e se atualizando enquanto muitos estão em festas e curtindo o fim de semana. É preciso abrir mão de muitas coisas para i…