Pular para o conteúdo principal

O Atleta e o Futebol: Se destacar fazendo o simples bem feito


É sempre bom conversar com pessoas que entendem de determinados assuntos.

Estive conversando com amigos que já jogaram e atuam hoje no meio do futebol. Esse papo foi realizado durante o Treinão do CETRAF (Centro de Treinamentos para Atletas de Futebol, com foco na preparação física), e foi um ótimo diálogo sobre futebol! 

É uma reflexão que é válida tanto para o Futebol Feminino quanto para o masculino.

É incrível como muitas jogadoras e jogadores de hoje tentam fazer o que não tem capacidade ou tentam realizar ações baseadas naquelas que não são suas melhores qualidades.

As jogadoras e jogadores de hoje não sabem fazer leitura de jogo, não sabem jogar sem a bola, tem uma movimentação muito deficiente e não exploram as suas melhores qualidades.

Por essas e outras, quando acontece de irmos jogar com essa garotada, muitos inclusive de clubes, fazemos o simples e nos destacamos. Exploramos o melhor dos nossos fundamentos, fazemos uma movimentação básica, aquele passe rápido, a leitura do jogo antes da bola chegar sabendo onde ela pode ir e mesmo recebendo ela de costas com um toque a colocamos nos pés de um atleta que está jogando conosco. E geralmente ouvimos: "Caramba, você joga muito!".

Como assim jogamos muito? Apenas fazemos o simples bem feito!

Seu forte é a distribuição de bola, visão de jogo? Então aproveite isso! Não adianta não ter o drible como um forte e querer driblar. Faça o fácil!

Muitas jogadoras e jogadores de futebol na história se destacaram fazendo o simples, roubando bola e passando ao jogador mais próximo, dando passes precisos e conclusivos, sabendo se movimentar sem a bola e assim abrindo espaços no esquema adversário, etc.

O futebol de hoje está muito abaixo do que pode apresentar e não é apenas culpa das(os) atletas. A culpa também é, em grande parte, dos profissionais que comandam estes atletas nos clubes.

Comentários