Pular para o conteúdo principal

Futebol Feminino na escola

Na noite de sábado, dia 22, conversando com o Maurício, um amigo que é professor da Secretaria Municipal e Estadual de Educação do Rio de Janeiro o mesmo falava que a quantidade de meninas que estão pedindo futebol feminino nas escolas está aumentando a cada dia.

A conversa foi muito produtiva onde temos a mesma opinião: O esporte na escola é o caminho para o desenvolvimento, até porque você força o sistema esportivo nacional a trabalhar para absorver a demanda criada dentro da educação escolar.

A Beatriz Gregory, da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres comentou em minha postagem no facebook: "Perfeito! Até porque fortalecer o futebol feminino na escola é uma maneira de quebrar os estereótipos e preconceitos com relação à participação das mulheres no esporte".

Acredito que temos que quebrar esta estigma de que futebol feminino não dá futuro e mostrar aos pais e os demais que o esporte pode ser uma oportunidade de futuro melhor não só pela prática esportiva e oportunidade de tornar-se um atleta de alto rendimento, mas por ser também uma grande ferramenta de educação e formação do cidadão e do profissional.

O esporte deve começar a ser associado ao ensino e incentivado desde o início lá na escola como ferramenta de interação, desenvolvimento motor, quebra de preconceito e educação. Este investimento que começa lá na escola não garante que teremos todas as alunas se tornando atletas, e nem é isso que desejamos, mas garante uma evolução, a quebra do preconceito e acima de tudo gerará uma demanda de novas atletas que necessitarão de mais espaço e oportunidade e com isso o sistema nacional do desporto e sua gestora, a CBF, terão a necessidade de mudar de postura e mudar a estrutura para acolher todas essas meninas que só querem realizar o sonho de jogar futebol!

Comentários