Pular para o conteúdo principal

Eduardo Pontes - "O CARA QUE CAIU DE PARAQUEDAS NA MODALIDADE"

Esta é uma das coisas que mais estou acostumado a ouvir a respeito de minha pessoa. As críticas são muitas, até mesmo de pessoas que vivem me chamando por inbox se fazendo quando precisam de algo, mas que falam mal e denigrem minha imagem por aí.

Pois bem, todos que entraram no Futebol Feminino, um dia, também "caíram de paraquedas". Assim que se começa, do zero e aí, aos poucos as coisas vão acontecendo.

E convenhamos que com caráter, bom senso e boa vontade muita coisa pode ser feita na modalidade. E estou aí... 6 anos, alguns meses e contando..rs

Talvez eu não agrade... ou melhor, eu sei que não agrado a pelo menos 90% dos profissionais da modalidade que estão hoje no mercado.

Jesus não agradou a todos, quem sou eu pra agradar? E nunca irei agradar muita gente, até porque, no futebol feminino, agradar é significado de "puxar saco" ou de apenas noticiar uma ou outra coisa que lhes é de interesse, ou que eleve seus nomes. Uma pena que os problemas da modalidade não sejam do interesse dessa maioria, talvez porque estas pessoas e seus atos e os problemas deste esporte estejam diretamente relacionados.

Talvez o que eu faço seja pouco pra muita gente, mas é muito mais do que não fazer nada. E não adianta trabalhar com futebol feminino a 10, 20 ou 30 anos... não é o tempo de trabalho que importa e sim as atitudes que se tem ao longo da caminhada, inclusive e principalmente quando não tem ninguém vendo.

Para enorme infelicidade do Futebol Feminino, o perfil dos nossos "profissionais" é o daqueles que apenas falam mal uns dos outros, destratam, coagem e assediam atletas, são arrogantes e egocentristas, fazem de tudo pra se dar bem e que são grandes hipócritas, se acham os melhores do mundo em suas funções e o trabalho de ninguém mais presta.

E existem também muitas atletas que não tem o menor profissionalismo e estão cagando e andando pra modalidade. Podem dar as mãos aos treinadores... ops...muitas já fazem isso, né?!

Talvez se nossos profissionais tomassem vergonha e parassem de tantas palhaçadas, intrigas e picuinhas idiotas, decidindo de fato fazer algo pelo futebol feminino, muita coisa mudaria para melhor, até a postura das atletas.

Graças a Deus eu, apesar de chateado por ver tanta coisa e gente errada, me sinto satisfeito com tudo que eu faço. Muitas coisas ninguém sabe e nem precisa saber, e assim vou fazendo uma coisinha aqui e outra ali e esperando ver um dia a modalidade caminhando melhor.

Já pensei em largar tudo porque eu brigo por uma modalidade "morta" cheia de pessoas acomodadas e relaxadas, mas sou persistente e teimoso com as coisas que desejo, e vou continuar a escrever e opinar sobre tudo aquilo que um monte de gente não gosta de ler porque a carapuça sempre serve.

Vou continuar me esforçando da melhor maneira possível e pra quem não gosta de mim, gosta de me criticar e me denegrir sem nem me conhecer, falem diretamente pra mim que é mais bonito né...

Comentários