Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

Futebol Feminino: "Não deixe de estudar" por Laylla da Cruz

Pensando na nova geração, atleta que atua nos Estados Unidos escreve carta de incentivo para a nova geração.

Há 4 anos nos EUA, a brasileira Laylla da Cruz vem se destacando na liga universitária. E este crescimento e sucesso, fez com que ela escrevesse uma carta aberta, onde ela fala dos medos, incertezas, superação em uma mensagem dirigida segundo ela, a nova geração (Planeta Futebol Feminino).

Confira a carta na íntegra:

"O que todo atleta deveria saber,

Por Laylla da Cruz,

Como brasileira e jogadora de futebol, tive uma oportunidade que muitas poucas jogadoras já tiveram e gostaria de compartilhar com todos amantes de futebol, principalmente essa nova geração que esta chegando, tal experiência na esperança que muitas, quem sabe, seguirão esses passos.

Quando fiz 17 anos tive a oportunidade de jogar num clube de tradição chamado Santos FC, mais conhecido como sereias da vila. Se eu fosse entrar em detalhes sobre minha a experiência que tive lá, teria que escrever um livro. Como toda…

Refletindo sobre o Futebol Feminino no Brasil

Olá amigos e amigas. Ando "afastado" do futebol feminino, mas isso não significa que não reflita e acompanhe algumas coisas. Ando apenas mais "na minha".
Hoje estava vindo para a empresa onde trabalho e estava a pensar sobre a modalidade. Pois bem, vamos lá... 

Quando há algo errado as pessoas que se sentem prejudicadas costumam tomar atitudes para que as coisas passem a acontecer da forma correta.
Baseado nesta afirmação, talvez seja correta a compreensão de que as pessoas do Futebol Feminino nunca acharam nada errado e vivem satisfeitas com tudo que acontece na modalidade.
Por isso é totalmente válido questionar:por quem brigamos? Por quem damos a cara à tapa? Quem nos esforçamos tanto para defender?
E por último questiono se isso tudo vale a pena...
Pela modalidade acho válido porque sempre me preocupei e fiz o que esteve a meu alcance e até além dele para tentar ajudar, tenham as pessoas ficado sabendo ou não. Sempre me preocupei com a estrutura, as dificuldade…

E o legado? Carta da Cidade do Pan 2007 para a Cidade Olímpica de 2016.

Olá querida "Cidade Olímpica". Animada com 2016?
Tenho visto que o Rio de Janeiro vive agora o projeto de "Cidade Olímpica". Vejo pelos comerciais que planejam que você fique uma cidade ainda mais linda onde o povo está sempre bem vestido e sorridente, o trânsito é bom, os transportes andam vazios, violência não existe e o esporte é praticado por crianças felizes.
Sabe "Cidade Olímpica" tenho me questionado qual será o real legado esportivo para o Rio de Janeiro após 2016?
Eu já vivi essa euforia e me vi em comerciais lindos e bem parecidos com os em que você figura hoje.
Eu, a cidade do PAN de 2007, fui abandonada logo depois que o grande evento acabou. Sinto que poderíamos estar formando atletas em diversas modalidades, mas o esporte é minimamente ou nada usado como ferramenta de socialização e de oportunidade de um futuro melhor para a população, que em nada parece com o que vemos nos "belos" e falsos comerciais da televisão.
Tenho certeza q…

Já vi "de tudo" no futebol feminino ...

Já vi "de tudo" um pouco no futebol feminino.
Já vi faltar comida em alojamento, água e luz também. Já vi jogadora puxar o tapete da outra, derrubar para ser titular. Já vi treinador que se faz de santo, mas alicia atleta em troca da titularidade dela. Já vi atleta que aceita caprichos dos treinadores em troca de posição. Já vi dirigente que diz não ter dinheiro para pagar atleta, mas viaja, troca de carro e reforma a casa "só com o pouco que ganha no clube".
Já vi atletas e dirigentes falarem bem de alguém pela frente e criticarem por trás. Já vi treinador mandar bater na adversária para tirá-la do jogo. Já vi clube negociar quando quer jogar, antes mesmo do sorteio da competição acontecer. Já vi jogadora mandar mais que treinador. Já vi atletas aceitarem mandos e desmandos, assédios e coações... e no fim das contas elogiarem aquele "profissional" que fez tudo aquilo.
Já vi e ouvi muita coisa! Vejo e continuo ouvindo os mesmos problemas. E olha que aind…