Pular para o conteúdo principal

Já vi "de tudo" no futebol feminino ...

Já vi "de tudo" um pouco no futebol feminino.

Já vi faltar comida em alojamento, água e luz também.
Já vi jogadora puxar o tapete da outra, derrubar para ser titular.
Já vi treinador que se faz de santo, mas alicia atleta em troca da titularidade dela.
Já vi atleta que aceita caprichos dos treinadores em troca de posição.
Já vi dirigente que diz não ter dinheiro para pagar atleta, mas viaja, troca de carro e reforma a casa "só com o pouco que ganha no clube".

Já vi atletas e dirigentes falarem bem de alguém pela frente e criticarem por trás.
Já vi treinador mandar bater na adversária para tirá-la do jogo.
Já vi clube negociar quando quer jogar, antes mesmo do sorteio da competição acontecer.
Já vi jogadora mandar mais que treinador.
Já vi atletas aceitarem mandos e desmandos, assédios e coações... e no fim das contas elogiarem aquele "profissional" que fez tudo aquilo.

Já vi e ouvi muita coisa! Vejo e continuo ouvindo os mesmos problemas. E olha que ainda falta muita coisa boa e ruim nessa "lista"!

Parece que as pessoas gostam de brincar como se fosse um pique-pega. Te falo do problema que passo no clube, seleção ou federação, fico aliviado e então "o problema não é mais meu". Se eu te contei, você que faça algo pra resolver.

Já vi muita coisa. Só não vi união suficiente desse monte de gente pra fazer o futebol feminino ir à frente.

As pessoas reclamam do que acontece, do que passam e sofrem. Mas elas são as responsáveis por tudo. Colhem apenas o que plantam!

O futebol feminino só recebe o que é de direito, já que os envolvidos fazem tudo "esquerdo".

E no futuro, se essas atletas e "profissionais" tiverem suas filhas, deixarão estas meninas entrarem no futebol?

Se lamentarão por não terem feito nada e agora, depois de anos terem que lutar por uma modalidade melhor para as suas filhas, primas, sobrinhas?

Já vi muita coisa, e prevejo que esses comportamentos vão demorar muito tempo para acabar.


Comentários