Pular para o conteúdo principal

E o juiz apita o fim do jogo: Este blog chegou ao fim.

"Série": Escrevi no Twitter... Esporte e mais em 144 caracteres

Estou começando hoje uma "série" de textos novos que vão trazer para o blog exatamente postagens que publiquei no meu twitter naquele pequeno espaço de 144 caracteres, cheio de abreviaturas e alguns termos do internetês nosso de cada dia. 

No twitter geralmente eu faço diversos comentários sobre diversas coisas, mas a principal é sempre o futebol. 
Então, se você estiver interessado, segue lá twitter.com/Edu_pontes e acompanhe e resenhe comigo por lá!

Esta "série" não terá dia fixo! Vou trazê-la de acordo com o que eu for escrevendo!

Então, acompanhem algumas das postagens de hoje:

O problema de alguns clubes brasileiros hoje é que pagam aos atletas muito mais do que boa parte merece receber pelo futebol apresentado!

Sempre disse aqui que sou a favor de uma gestão onde clubes tenham piso e teto salarial e pequenls bônus por metas alcançadas!

De que adianta ter base e não revelar atletas para o time principal. Do que adianta vender camisa e o gasto com atletas ser absurdo?

Outro problema é q, no Brasil, 90% ou + dos profissionais do futebol não tem conhecimentos adequados p/ serem avaliadores ou formadores!

Qualquer ex atleta acredita que tenha as características e conhecimentos necessários para serem bons treinadores. Não é bem assim!

Seja em qual área atuar, seja no esporte ou não, o profissional precisa obrigatoriamente se atualizar.

Outro problema do meio esportivo são as panelas e máfias que existem por trás de cada modalidade!

Qnto ao futebol brasileiro masc e fem, percebem como a qualidade técnica e a inteligência de jogo diminuiu drasticamente na última década?

Onde estão os profissionais que não percebem isso? E onde está o bom senso dos atletas que também não veem sua própria deficiência?

A geração atual vem de um vício de 10 a 15 anos dessa geração esportiva "- tapa nas costas - não ouça as críticas, vc tá jogando muito!"

Some isso a um sistema esportivo politicamente contaminado por gestores do interesse próprio e não do clube e pronto, fudeu-se tudo!

Sem falar que essa é a geração "quem ta de fora não entende nada do que passamos aqui dentro"-Sinto informar que alguns de nós sabem sim!

Sobre o futebol: pessoal... domínio, passe, cabeceio, saber usar bem a direita e a esquerda, ler o jogo, jogar de cabeça em pé É BASICÃO!

Antes o básico bem feito do que a firuleira sem sentido. O feijão com arroz bem feito SEMPRE DÁ CERTO!

No futebol brasileiro aquele(a) atleta que domina fundamentos e fisicamente vem bem, chega na seleção fácil! Ao menos deveria né...

No feminino por exemplo, vejo atletas errarem 90% dos fundamentos nos jogos, mas bater no peito e gritar "eu sou foda" quando marca gol...

Sinto informar que: 1- vc não é foda! 2-quem fala isso pra vc é só um baba ovo! 3- vc precisa rever seus jogos URGENTEMENTE!

Ainda sobre futebol: enquanto o mundo toca bola, brasileiros e brasileiras CARREGAM EM EXCESSO!Um dois, triangulação, sair e jogando? Não!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O futebol feminino parou, mais uma vez, o país do futebol masculino

Sexta-feira, dia 12 de agosto de 2016. 
Às 22 horas, a Seleção Brasileira de Futebol Feminino entraria em campo já sabendo que as seleções de França e EUA foram eliminadas por equipes consideradas azarões.
O Brasil, começou a tarde desta sexta sabendo que, caso passasse da seleção da Austrália, encararia o vencedor de EUA x Suécia. Logo, saber que a seleção americana havia sido eliminada e não teria a chance de ser nosso algoz nas semifinais já era um peso a menos nas costas de nossas atletas.
Iniciado às 22 horas, o jogo contra a Austrália foi uma mistura de tensão e responsabilidade, fatores que aparentemente pesaram muito e que geraram um nervosismo a cada minuto que se passava e a bola não entrava para que o placar ficasse à nosso favor.
No tempo normal, nada de gols. Então que venha a prorrogação!
Ela veio, com mais nervosismo e tensão ainda. Vale destacar que precisamos clonar a Formiga, pois essa jogadora é fora de série e ninguém joga como ela.
O jogo foi rolando, brasileiros…

Pra chegar onde ninguém chegou é preciso fazer coisas que ninguém fez!

Pra chegar onde ninguém chegou é preciso fazer coisas que ninguém fez!

É preciso acreditar em você em seu sonho! É necessário ter foco!
O que diferencia o vencedor do perdedor é que o vencedor decidiu seguir em frente mesmo quando a vida lhe bateu com força e pareceu até lhe faltar chão. O vencedor caiu e levantou quantas vezes foi necessário e acreditou no seu potencial mesmo quando ninguém acreditava em seus objetivos.
É preciso saber onde se quer chegar e o que é preciso fazer para chegar até lá. 
O caminho não é fácil! A trajetória é cheia de obstáculos, mas é preciso seguir em frente, fazer ajustes no seu planejamento de como chegar até lá, mas nunca mudar seu foco. 
Eu sei o que quero, sei onde quero chegar e sei o que preciso fazer pra alcançar meus sonhos. 
As vezes é preciso estar acordado enquanto os demais dormem, é estar em casa estudando, indo a eventos e se atualizando enquanto muitos estão em festas e curtindo o fim de semana. É preciso abrir mão de muitas coisas para i…

Tabu ALTURA - Preconceito com goleiros e goleiras ou falta de visão?

Um tema tem sido frequentemente abordado no futebol, tanto no masculino quanto no feminino: Estatura dos goleiros.
Tem sido uma prática comum clubes dispensarem ou não darem a devida atenção a goleiros e goleiras considerados "baixos" para a posição sem que ao menos sejam analisadas algumas características que muitos destes possuem, mas que precisam ser trabalhadas. Um goleiro de 16 anos e 1,79m é considerado pequeno, assim como uma goleira que tem 18 anos e 1,70m por exemplo! E isso acontece com atletas de menor idade, como exigências de clubes de que goleiros devem ter 1,80m ou 1,90m com 13 anos!

E qual seria o problema: 
Preguiça associada a busca de um jogador ou jogadora prontos para o clube ganhar dinheiro "sem ter trabalho"? 
Ou a intromissão de cartolas que mal entendem sobre futebol e estão preocupados apenas com seus bolsos e seguem assim padrões de escolas internacionais, e por pouca inteligência neste quesito, perdem profissionais (goleiros e goleiras) q…