Pular para o conteúdo principal

Futebol Feminino: VAR será utilizado na Copa da França em junho

Ontem, sexta-feira, a FIFA divulgou que pela primeira vez na história o futebol feminino contará com a utilização do árbitro de vídeo.

Em um mundo onde se fala de igualdade de direitos, nada mais justo que ter o VAR sendo utilizado também na modalidade feminina para ajudar árbitras e árbitros a tomar decisões em lances duvidosos como faltas dentro da área, validação ou anulação de gols, além de punições a jogadoras com cartões amarelos ou vermelhos.

Adicionalmente na França o 2019 aplicará as novas regras aprovadas pela IFAB (International Football Association Board,  órgão que regulamenta as regras do futebol) como as mudanças de jogadores, invalidando gols irregulares onde houve toque com a mão entre outros aspectos.

DEFINIDA SEDE DA COPA DO MUNDO SUB-17 DE 2020

A Fifa também informou que a Índia sediará a Copa do Mundo Feminina Sub-17 em 2020 com 16 equipes. Será a segunda copa do mundo da categoria que é disputada no continente asiático.

CONSIDERAÇÕES DO BLOG

O futebol feminino mundial vem crescendo em diversos aspectos e a luta por igualdade na modalidade vem crescendo. Cabe à FIFA ser mais rígida com a fiscalização e punição a países que não contribuem de forma adequada para o desenvolvimento da modalidade. 

O futebol feminino não vai e nem quer chegar às cifras que são negociadas no futebol masculino, porém os clubes, federações e confederações em todo mundo precisam tratar o futebol como um produto, sem divisões entre ser masculino ou feminino, com uma igualdade de estrutura e também um direcionamento adequado e proporcional de investimentos para a modalidade dentro das entidades de regulamentação e prática esportiva de cada país e respectivas cidades, o futebol feminino tem muito a ganhar. 

Essa igualdade vai começar a acontecer a partir do momento em que houver mais RESPEITO com as mulheres e o futebol feminino no mundo, e isso inclui o Brasil. 

Comentários