Pular para o conteúdo principal

6 motivos para montar uma equipe de Futebol Feminino

Com a necessidade de montar equipes de futebol feminino para que estejam aptos à disputa de competições Sul-Americanas, os clubes se vem em um novo momento e novo mercado. Por isso decidi trazer aqui 6 motivos para os clubes montarem um time de futebol feminino. 

POR QUE MONTAR UMA EQUIPE DE FUTEBOL FEMININO?

A FIFA já declarou diversas vezes que o futebol feminino é o futebol do futuro e vem criando ações para alavancar a modalidade. Mas no Brasil, por qual motivo os clubes deveriam baixar a guarda e investir na modalidade?


  1. Custo benefício

    O custo de manutenção de uma equipe competitiva no mercado do futebol feminino capaz de brigar por títulos estaduais, nacionais e sul-americanos é muito menor do que a manutenção de uma equipe masculina para a temporada.
    Enquanto equipes masculinas da série A investem de 4 a 8 milhões em suas folhas salarias mensais para buscar o título e equipes da série B cerca de 500 mil a 1 milhão, equipes femininas teriam expressivo retorno com investimentos próximos a novecentos mil reais na série A1 e cerca de 300 mil na série A2, mas estes valores podem variar de acordo com o momento do mercado e a máxima da oferta e procura.

  2. Retorno mais Rápido

    Se bem planejado e preparado com um mínimo de antecedência, a equipe pode chegar a disputar o título estadual e título brasileiro da respectiva série ainda no primeiro ano de existência, coisa que não é possível no futebol masculino.
  3. Grande Chance de Títulos e Visibilidade

    Com um menor investimento um clube pode se tornar Campeão Estadual, Campeão Brasileiro e Campeão da Copa Libertadores da América com 2 a 3 anos de atividade. Além disso é muito mais fácil um clube ter seu nome associado à Seleção Brasileira e ganhar fama internacional através da convocação de suas atletas do futebol feminino.
  4. Nicho ainda pouco explorado no Brasil

    Os clubes que criarem uma gestão adequada, com planos e estratégias de marketing, podem sair na frente em um mercado que ainda é pouco explorado no país. Diversas ações podem ser desenvolvidas junto aos patrocinadores, áreas comerciais e de marketing, criando produtos exclusivos e totalmente diferenciados para o público feminino que acompanha os jogos da equipe.
  5. .Agregar valor 
    Criando novos produtos e um novo marketing em cima do futebol feminino os clubes podem agregar valor à marca estando à frente também de ações de empoderamento feminino e quebra de paradigmas e preconceitos através do futebol. Isso agrega valor não só ao clube como também aos seus patrocinadores. Diversas ações podem ser desenvolvidas uma vez que existe diversas possibilidades e abordagens em que o futebol feminino pode ser inserido, incluindo no contexto social e humano.
  6. Permite que o time masculino dispute as competições CBF/Conmebol

    Por último e não menos importante, os clubes que tem equipes femininas continuarão disputando as competições nacionais e Sul-Americanas, o que permite retorno financeiro sobre o futebol masculino e a possibilidade de criar ações interligadas com o futebol feminino para agregar valor à marca do clube e seu produto futebol.

E claro que aqueles clubes que se prontificarem a agir e planejarem bem o seu futebol feminino tem maiores chances de sucesso, retorno, visibilidade em menor prazo, podendo também se tornar referência em um mercado que parece estar vindo para mudar de vez a forma como a modalidade é vista e conduzida no país e no mundo.

Comentários